Sem categoria

Sinapse

banner para o primeiro post

Estação, Estação,
Trilhos infinitos que vagueiam pela terra e pelo mar,
Trilhos que me levam ao mais profundo amar,
Pra onde estou indo?
Não sei…
Talvez para os confins do universo
Talvez uma longa viagem para a doce imaginação que me perfura o coração
Com suas ideias mirabolantes
Com suas euforias e sinapses constantes.
Trilhos, Trilhos,
Me leve aonde quer que vá,
Por caminhos quaisquer que me levem de cá pra lá
Qualquer lugar
Só ida
Sem volta
Apenas isto, me leve de cá pra lá
Em seu infinito azul de constelações que chovem,
Que sorriem.
Amar, Amar
Deus, como amo viajar
Incansavelmente para o infinito do desconhecido,
Para o coração do inimaginável.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s