Resenha: O Segredo de Ella & Micha – Jessica Sorensen

O segredo de Ella & Micha é um livro pra quem gosta de adrenalina, espírito competitivo, velocidade com uma pitada de desejo, emoção e paixão. este livro é para o público de coração forte.

resenha ella e micha 1

Há uns anos atrás quando esse livro era lançamento, eu li a sinopse e achei a história leve demais (o que me levou a desistir de ler), a menina que perde alguém e foge enquanto o bad boy vive a sua procura. O que posso dizer? Eu sempre estive a procura de histórias mais trágicas, mais fortes e acabei me descobrindo ultimamente em livros como Ella e Micha, tomei a coragem e li esse livro, resultado? Amei! E como consequência a mais desenvolvi um amor literário pelo Micha rsrsrs, eu diria que ele é o bad boy dos sonhos de qualquer garota que ama leitura. E Ella também não deixou a desejar, eu a achei incrível com uma paixão por carros, rali, brigas e cheia de totais problemas e que no final deixou o controle de lado e se mostrou a verdadeira garota do livro.

“Espelhos enxergam além da imagem. Sabem quem eu fui; uma garota que falava alto, negligente, que mostrava ao mundo o que sentia. Não havia segredos.”

Este livro, basicamente conta a história da nossa protagonista Ella May com o nosso bad boy favorito Micha Scott (ok, não tão bad boy assim). Ella teve alguns problemas, perdeu a mãe e se vê culpada e forçada a deixar sua antiga vida para trás e seguir em frente. Longe de seus amigos, longe de sua família, de sua cidade, de seu lar.
Ella vai para a faculdade e retorna meses depois, totalmente mudada, onde reencontra seu melhor amigo de infância: Micha; que tentou a todo custo encontrá-la nos meses em que ela havia sumido sem dar as caras de onde estava e o que estava fazendo. Ela parece diferente e todos parecem tentar trazer a antiga Ella de volta, inclusive sua melhor amiga que a acompanha durante toda a história começa a conhecer partes do passado de Ella que a amiga ocultava, como o fato sobre amar carros e velocidade. Aos poucos vemos um crescimento no romance entre Ella e Micha e é com certeza um bom livro, com textura agridoce e leve, para se ler durante as férias.

resenha ella e micha

Muito bem, quero agradecer primeiramente por todos vocês terem chegado comigo até aqui, sem vocês, todos TODOS o blog não teria sobrevivido aos primeiros seis meses de vida. E é claro, a todo o sacrifício da equipe em manter essa bodega literária funfando. Então, vamos lá?

Deixe-me alertá-lo, meu amado leitor, que a partir daqui, não definitivamente daqui, mas após o aviso de spoiler, irei demonstrar meu ponto de vista sobre o livro, sua história e seus personagens. Então, se você não leu ainda o livro, recomendo não prosseguir daqui em diante, mas se você já leu, recomendo que prossiga e divague comigo ao final do post suas opiniões. Muito obrigada pela visita e um grande beijo no ❤

ATENÇÃO: CONTÉM SPOILER

O que me chama originalmente a atenção para o livro de Jessica Sorensen não é o simples fato de ser uma daquelas histórias clichês em que a garota se envolve em algo que a faz se sentir culpada pela eternidade e depois some da vida de todos enquanto o bonitão literário tenta caçá-la de todas as formas. O que me chama atenção, na verdade, nesta obra norte-americana, é o fato de que o livro fala sobre rachas, pura velocidade, adrenalina bombeando com sangue. Isso mesmo!!

Se você está se perguntando se lembra a fast and furious, está enganado, não lembra nada deste universo, é por isso que é tão bom e único, por que ninguém, até agora escreveu como Jessica Sorensen uma história como essa, que, comovente e divertida, nos faz querer reler.

“-Não quero que pare sua vida porque não estou mais aqui.
-E eu não quero que você esteja em outro lugar que não seja aqui.”

A personagem Ella é uma garota que depois da morte da mãe, a qual ela ficou culpada e se tornou um mártir para si mesma durante todo o livro, se tornou outra garota. Uma pessoa mais certinha, que não briga com ninguém, não disputa mais rachas e foi para a faculdade. Ela é outra garota, até mesmo evita espelhos para não se lembrar da mãe. Resumindo toda a história, a mãe tinha transtorno bipolar e se matou enquanto Ella deveria a estar vigiando e saiu escondido com Micha. Talvez seja culpa dela sim, mas acredito que em partes, mas por outro lado, podemos culpar um adolescente que foi obrigado a crescer sozinho e a se virar sozinho, a se tornar um chefe de família de se divertir quando tem a chance?
Por isso, Ella se tornou alguém que não é, viciada em auto controle e até mesmo esconde todo essa passado de sua amiga Lila, com quem divide um quarto na faculdade e rapidamente se tornou sua grande comparsa da vida e aos poucos, quando Ella retorna para sua cidade, vai descobrindo quem realmente é a amiga.
Eu acho loucura Ella pensar que deveria esconder todo seu passado de Lila por medo dela se afastar por ser a única amiga mulher que já teve. Mas quem de nós já não passou por uma situação parecida? Quem de nós já não escondeu certas coisas para que as pessoas não se afastassem de nós? O que quero dizer é que, esta personagem é totalmente humana, as emoções, as atitudes, os sentimentos que ela tem por Micha, que inclusive são recíprocos e ela quase se põem em dúvida sobre eles. Esses sentimentos são deixados bem claro por ambos durante todo o livro mediante as ações dos protagonistas, e até mesmo são ditos, no que resulta num bom relacionamento entre eles, mas Ella ainda tem seus problemas que deve resolver: um irmão que a odeia e a culpa e que ainda por cima irá se casar, um pai bêbado que passa os dias no bar e chorando pela morte da esposa e ainda a faculdade, já que o verão logo acabará e ela terá de voltar aos estudos e ficar longe de Micha.

“Quando a vi naquela noite, eu me senti completamente impotente, sem saber o que fazer. Adorava poder ajudá-la; se você caísse do telhado e precisasse ir ao hospital, ou se necessitasse de ajuda para subir em árvore… Sempre tive isso comigo, desde que éramos crianças. Adorava cada segundo ao seu lado. Mas, naquela noite, não havia absolutamente nada que eu pudesse fazer para ajudá-la. Nunca mais quero me sentir assim. – Ele respira fundo e solta o ar aos poucos. -Eu amo você, Ella May, e nada vai mudar isso. Nada. Pode me afastar, fugir, mas ainda assim vou amá-la.”

Pra compensar tudo isso, Micha também é procurado pelo pai que o abandonou na infância e vemos altos picos de estresse elevados com o personagem, inclusive há uma parte em que Ella e Micha brigam por que ele estava bêbado e não tinha contado o que havia acontecido.

“-Eu te amo.
Ele sorri, e antes de grudar seus lábios nos meus, cochicha:
-Também te amo. E muito!”

Todos ali tem problemas a serem resolvidos, eu gosto deste livro por se tratar de personagens reais. Eu pensava que seria aquele clichê que eu logo me arrependeria de ter lido, mas acabei me surpreendendo até mais do que esperava. Como Ella e Micha vão tratar de suas vidas após ficarem juntos neste final, como irão sobreviver a distância, uma vez que Micha também concordou em por os pés na estrada e ir tocar música com a amiga Naomi (que por sinal é uma vaca) e como será todo o processo de superação do passado de ambos os personagens vamos ter de descobrir no próximo volume: O Para Sempre de Ella & Micha (que aliás, é bem revelador).

Um beijo pra quem fica e uma ótima leitura ❤

Resenha: Unforgiven:O Livro de Cam – Lauren Kate

O Livro de Cam, é aquele livro que a gente já sabe qual vai ser o final e sabe que vai ser feliz logo na primeira linha. Mas que deixa um belo ponto de interrogação (???) para o futuro dos principais personagens dessa trama: Cam e Lilith.

foto para resenha unforgiven

Antes que esse post se inicie de forma assustadora, devo pedir desculpas pela foto, meu braço parece ter 2 metros (hahaha) mas eu gostei e era a única que eu tinha com o livro, então está valendo.

Vou começar falando o que achei do livro, acho, na verdade, que essa é a parte mais importante da resenha do que de fato o restante dela, pois é aqui que convenço (ou não) cada leitor mergulhar na leitura. Palavras tem poder! Minha mãe já dizia isso.

Bom, eu gostei do livro, na verdade já era de se esperar do talento de Lauren Kate e sua narração perfeita, levando em consideração que eu prefiro mil vezes uma leitura em primeira pessoa do que terceira. Mas cada autor tem sua característica e não critico a lady Kate por ter a sua, na verdade acredito, esta, ser a característica principal do texto dela que dá sua originalidade ao livro e aos demais protagonistas que atrai seus leais fãs. Contudo, eu esperava ainda mais da autora. Como vimos em fallen, um romance épico e um amor inabalável, eu estava crente de que ia achar isso em O Livro de Cam também, e eu não teria comprado o livro de antemão se soubesse o quão decepcionante ele é quando se trata da história de Cam e Lilith.

Eu não diria necessariamente decepcionante, mas depois que você lê uma saga toda, perfeita e bem elaborada da mesma autora, você espera mais das outras obras, alternativas a saga que, de alguma forma, dão um jeito de contar a vida de outros personagens. E como Cam, sendo sempre meu personagem favorito, eu achei que esse livro está bem abaixo do esperado. Não me julguem, mas as minhas expectativas caíram lá embaixo quando comecei a ler, tanto que demorei para terminar o livro, pois ele simplesmente não me manteve presa e ligada à história, esperava bem mais da autora na construção dos personagens e do livro, apesar de frases lindas e bem elaboradas.

Pra vocês se situarem o livro conta basicamente da redenção de Cam com um amor do passado,Lillith.  Ele é levemente citado em fallen, pra quem se lembra. Então Cam volta para tentar reconquistar esse amor e para isso ele fecha um acordo com o próprio diabo, que aliás não da sossego pra ninguém durante toda a narrativa do livro. Durante todo o livro, vai parecendo impossível reconquistar o coração de Lillith, já que a garota vive um inferno interminável e odiada por todos ao seu redor. O mundo parece não ter mais esperança para ela e a música é tudo o que pode unir os dois personagens no final.

ATENÇÃO: TEXTO CONTÉM SPOILERS

bebes que chegaram hoje II - 1

Bem, explicando melhor o por que do livro não ter me convencido muito: é uma história de amor, mas não é como fallen, óbvio, e não é por isso que julgo o livro ruim. Ele não é de todo ruim, apenas esperava um pouco mais dele, conhecendo a autora.
Mas vamos lá, pontos positivos do livro:

  1. Cam realmente estava tentando conquistar sua ruivinha dona de um coração grande e apaixonada por música; Inclusive com a ajuda de Ariane e Rolland que resolveram aparecer no final da história para ajudar, o que me deixou contente, pois ambos dão mais humor e vida ao livro. Eu já estava me perguntando quando eles resolveriam dar as caras.
  2. Cam “salvou” a vida do irmão de Lillith; Não apenas isto, ajudou muitas pessoas que não tinham onde viver e o que comer e isso convenceu Lillith e os amigos de que Cam era uma boa pessoa (ou bom anjo);
  3. Cam incentivou Lillith com a música e não ter vergonha de si mesma; Me faz lembrar de uma cena em que Cam usava o computador da biblioteca para enviar a canção de Lillith ao seu músico favorito e lendo a canção Cam chorou, achei a cena emocionante, principalmente por que no livro a lágrima de um anjo caído é ácida.
  4. Deu todas as oportunidades para que Lillith se sentisse melhor e confortável em relação a si mesma, a sua música, e gerou mais confiança a garota que a vida toda acreditava ser uma ninguém, quando ela mesma tinha mais capacidade que qualquer outra pessoa de realizar seus sonhos.
  5. Cam aproximou as pessoas de Lillith, fazendo com que ela, pela primeira vez na vida, tivesse amigos e sua própria banda;

Acho que esses foram os pontos mais fortes de toda a história no sentido positivo, pelo menos que eu achei relevante, já que o nosso principal protagonista realmente estava tentando, mesmo que, caindo nas ciladas do diabo para que desistisse ou Lillith o odiasse ainda mais.

Pontos negativos do livro:

  1. É um pouco confuso quando no final Cam e Lillith são libertos de um globo de neve, revelando que aquele mundo que eles habitavam não existia, era apenas um inferno pessoal de Lillith, fica a pergunta boiando na mente: onde eles estão depois disso? O que vai acontecer com ambos? Terá uma continuação? Bem, esse é o fim e não há nenhuma resposta para qualquer pergunta que eu faça. É só isso? Sim, meu caro leitor, é só isso!!
  2. O personagem Lúcifer é muito chato, não que ele devesse ser legal, mas pelo menos no quesito de atormentar Cam e Lillith ele não serviu para muito, achei que ele poderia ter feito mais do que causar discórdia entre o casal, senti uma falta de ironia em suas falas.
  3. Cam foi facilmente perdoado no final; aliás facilmente perdoado durante o livro todo, mesmo a maioria das coisas não serem culpa dele. Achei muito bipolar esse final, uma hora Lillith estava se lembrando de quando Cam a abandonou no casamento, gritando com ele e lançando seu ódio pra cima dele e no outro ela simplesmente estava o perdoando e dizendo que o amava. Eu gostaria que Cam tivesse mais poder para convencer, que Lillith não fosse tão simples de perdoar e até mesmo esperava por alguma aparição que fizesse algo surpreendente, mas… nada aconteceu, ok, aceita que dói menos.
  4. Como dito antes, Cam foi muito facilmente perdoado, acho que era preciso mais do que surpresas e jogo de palavras para convencer Lillith a perdoá-lo, gostaria que tivesse sido um pouco mais difícil.
  5. Previsível, o livro todo foi previsível e não teve nada de surpreendente além de algumas frases bonitas, trechos depressivos e os flashbacks de Cam e Lillith quando se conheceram, nada além do esperado.

Bem, não há muito o que falar sobre o livro, já listei os pontos que mais gostei e os pontos que menos gostei. Ainda assim, uma leitura de Lauren Kate que eu recomendo, mesmo não tendo me convencido muito ou eu esperando mais de uma obra que leva o título de Saga Fallen. Peço perdão a quem amou de paixão, afinal, não se pode agradar a todos os paladares e isso é fato. E é importante cada um respeitar, claro. Espero que quem leu tenha gostado e deixe nos comentários o que achou, se você concorda ou não com meu ponto de vista e por quê ❤

Uma boa leitura a todos e até a próxima 😀

Umideessencia

Tá tudo bem, a chuva cai…
Muito além, do que se tem.
Pra chover, pra chorar, pra encher.
Deixa que a alma guie vossa pessoa,
Deixe que o vento leve vossa coroa.
Saia desse trono, você não é de sangue real.
Tu mal existe nos pensamentos.
Imagine ser princesa do meu mar.
Quem dera, eu pudesse controlar.
A tempestade chega independente do lugar,
Por isso me sobre ponho, sobre seu corpo.
Sou sua capa de chuva, guarda chuva, guarda o teu amor.
Um receptáculo também de dor.
E se minha alma escorregar e eu não puder alcançar,
Como vou seguir, como vou contar,
Histórias tão chuvosas, tão molhadas quanto mergulhar?
Mergulhar na tua mente, certamente vou me afogar.

#Bebêsquechegaramhoje – IV

Boa tarde, meus súditos, como está o clima no estado de vocês?

Bom, eu como uma nativa paulistana digo: aqui está frio pra c@#%&¬! E nada melhor nesse frio do que uma coberta quentinha, uma caneca de Irish Coffee e um bom livro para se ler e estar imerso em sua companhia.

Neste exato momento estou redigindo este post ao lado do meu mais novo companheiro Nas Fronteiras de Alice, de um grande irmão escritor.

bebes hj alice

Nas Fronteiras de Alice, conta a história sobre a paixão, a sedução, o romance entre uma jovem que tem suas próprias ideias e jeitos diferentes e originais de ser, e um homem com pouco mais de o dobro de sua idade que se vê apaixonado por ela. É daí que sai este romance de estréia do meu amigo Marcerlo Nogueira de Siqueira, uso, ainda, deste post, para parabenizá-lo pelo sucesso da fanpage e de seu livro. E claro, não podia faltar na minha prateleira!!

Clique Aqui para acessar a fanpage oficial do livro ❤

bebes como sem passada

Na sequência, recebi (na verdade comprei) hoje – na semana passada, o livro Como Eu Era Antes de Você da autora Jojo Moyes. Comprei na capa do filme (que graças a Deus estréia essa semana) e este, ao contrário do que muitos estão pensando, é meu. Pois, relembrando, ainda iremos sortear esta capa quando atingirmos 1000 seguidores no instagram. E não está muito longe disso, então corre lá e nos siga 😀

me with babys

Ainda falando do best seller de Jojo Moyes, pra quem não sabe, ou não tem acompanhado o blog desde seu nascimento, um de nossos parceiros publicou sua resenha oficial referente ao livro aqui no Estação, não consegui elaborar uma resenha para este blog, eram muitas lágrimas, fiquei em depressão por dias depois que terminei de ler o livro, ainda assim, um dos que mais me marcaram, me mudou como pessoa e se tornou um dos meus favoritos e mais recomendados.

Para ler a resenha: CLIQUE AQUI – e aguarde mais novidades!! :*

Ao meu eterno anjo…

Ao meu eterno anjo…
Quero desejar a ele que de onde ele está ele possa ver as estrelas brilharem após a penumbra,
Que me faz lembrar de como seu abraço era quente,
Que me faz lembrar às vezes de que nem todo peso nas costas são minhas asas querendo se abrir.
Ao meu eterno anjo…
Quero dedicar-lhe um poema
Aquele poema que só ele pode ler,
Que está escrito em nossas memórias por séculos em que vivemos de mãos dadas.
São pequenos símbolos que apenas nós podemos compreender.
Eu quero que ele saiba que nada pode nos deter,
Quando queremos atravessar as barreiras do tempo.
Que nada pode nos machucar,
Quando o amor nos torna livres.
Ao meu eterno anjo…
Eu nunca poderei viver,
Eu nunca mais respirarei,
Por que respirar e viver torna-se uma arte dolorosa quando se faz sozinho e eu não tenho aguentado por muito…
Eu não o tenho feito sem tossir as dores e o gosto amargo dos sentidos.
Ao meu eterno anjo…

5 livros para ler no mês dos namorados!

Para não deixar a data dos casais bem amados desta nossa terra verde e amarela, preparei para vocês um top 5 de livros para ler neste mês dos namorados que você, meu caro leitor, não pode deixar passar. Também fica a dica para presentear aquela namorada que ama ler.

Capa

Começando com o livro de grande sucesso da autora Jojo Moyes, com estréia em terras brasileiras datada para o dia 16 deste mês, Como eu era antes de você arrancou lágrimas de milhares de pessoas no mundo com sua história comovente sobre Will Traynor e Louisa Clark. Imperdível para quem gosta daquele romance bem água com açúcar. É aquele tipo de livro que te muda como pessoa e te faz pensar por dias na história.

Clique aqui para ler nossa resenha

SIMPLESMENTE_ACONTECE_1408644221B

Nosso segundo colocado é Simplesmente Acontece, a história de dois melhores amigos que cresceram juntos e passaram por altos e baixos em seu relacionamento que nunca dava certo por escolhas feitas que os separavam. A história desse livro é linda e nos mostra que não há problemas em se apaixonar pelo seu melhor amigo. A pessoa que amamos pode estar bem ao nosso lado e não percebemos!

ps-eu-te-amo-capa

P.S Eu Te Amo é, na verdade, um livro triste sobre superação da pessoa amada que partiu. Tanto o livro como o filme te fazem enxergar como dar valor a quem amamos é realmente importante, pois a vida pode tirá-las de nós, é uma lição de vida importante e um livro lindo. Vale assistir o filme também que, em partes, é bem humorado e sempre cheio de frases para refletir.

SE_EU_FICAR_1404309893B

Quando se trata de Gayle Forman, logo vem a nossa mente seu sucesso Se Eu Ficar, que conta a história de Mia, uma musicista clássica que se apaixona por Adam, que é louco por música e toca numa banda. A história é trágica, Mia sofre um acidente e perde toda a sua família, para ela não há motivos para voltar e essa história nos prova que sem amor não vivemos, então podemos seguir em frente e viver por ele. O filme é lindo e o livro da super detalhes do amor de Mia e Adam e o relacionamento deles com a música e como eles fazem para ficar juntos com tantas reviravoltas. Gayle Forman é expert quando se trata em romances adolescentes.

Clique aqui para ler nossa resenha

capa-ocdb

Nossa ultima recomendação é O Cavaleiro de Bronze de Paullina Simons, que conta a história de uma adolescente e um soldado que precisam passar por todos os obstáculos da guerra para ficarem, enfim, juntos. O Livro tem mais duas continuações e é uma grande trama. Conta toda a história da família da protagonista principal e suas dificuldades durante a guerra. Vale a pena ler e devorar esse livro!! Para os amantes da 1ª e 2ª guerra mundial, período em que se passa toda a narração do livro.

Velha Amiga

Não sou eu que me arrisco todo dia,
É a morte que gosta de me olhar.
Quer fazer feitos como os meus.
No mais bruto sentido, quer viver, se realizar.
Difícil dizer isso, mas ela quer me imitar.
Ela é uma velha amiga.
Uma velha chegada.
Conheci antes mesmo de nascer.
Ela conversava comigo, todo amanhecer e entardecer.
De noite ia em bora, visitar os meus avós.
Tomar o chá da meia noite.
Sabe como é!?
Pro espírito acalmar.
Coitada da minha amiga,
Vai ter muito a esperar.
Não vai me abraçar tão cedo,
Muito menos me tocar.
Às vezes ela sussurra,
Às vezes ela chora,
Mas toda manhã eu percebo
Que ela chega sempre na hora.
Mas toda noite eu observo
Que ela sempre vai embora.

Promoção – Saraiva

Untitled-1

É isso aí! Mais promoções *-*… A saraiva está com desconto de 50% em seus livros. Esse desconto vale para os livros da editora Record. A editora Record tem um histórico de livros que se tornaram mundialmente conhecidos como saga Fallen, The Walking Dead, série Mara Dyer e o novo lançamento A Garota do Calendário da autora Audrey Carlan.

Entre no site clicando aqui

Ahhh… e a partir de 139,00 o frete é grátis!!=D

#Bebêsquechegaramhoje – III

E finalmente mais livros chegaram hoje (desta vez foi hoje mesmo e agora estou pobre). E hoje com direito a mamis na foto. Caros e caras, conheçam a dona Solange, a minha melhor amiga e melhor mãe do mundo ❤

bebes 3 - 2

Estes foram os livros que chegaram hoje: Mentirosos da autora E. Lockhart, Ônix da série Lux (2 Volume) da autora Jennifer L. Armentrout, lançamento do mês de maio da editora Valentina e Beleza Perdida, o tão recomendado livro da Amy Harmon.
Vou falar um pouco sobre cada um e o que eu espero destes livros que comprei com tanta expectativa e carinho e o que mais me chamou atenção neles, que eu creio que na hora da compra isso faça muita diferença.

bebes 3 - 1

Começando por Beleza Perdida: Bom, eu precisava de um livro fora do sobrenatural (alienígenas, anjos, vampiros, etc) já que o blog não estava tão variado assim em suas resenhas, no caso de minha autoria. Então resolvi comprar este livro por indicações inclusive, por que percebi o quanto ele tem sido bem visto e bem falado nessa comunidade de leitores e blogueiros. Acho que isso foi o ponto principal para eu ter comprado o livro, por que quando li a sinopse atrás logo o primeiro parágrafo me fez desistir de ler o resto e consequentemente me interessar pelo livro, apesar da capa bonita. E realmente, o que me vendeu este livro foram as recomendações e então eu decidi ler o resto da sinopse que eu tinha abandonado e esse livro e conquistou.

Mentirosos: Na verdade eu já li este livro, mas irei reler para fazer uma resenha mais detalhada aqui no Estação. Eu li ele em pdf depois de uma brincadeira num dos grupos de leitores do facebook de recomendar um livro nos comentários para a pessoa acima e como eu havia recomendado Mara Dyer, o rapaz (não me lembro quem) me recomendou este livro por achar ser parecido com Mara Dyer, e realmente é, tanto que esse livro e Mara Dyer disputam o topo de meus livros favoritos no meu ranking. Mentirosos é uma história trágica, surpreendente e gostosa, a leitura é bem bacana e o final é inesperado. Quem quiser ler, eu dou minhas 5 estrelas neste livro.

Ônix: Este é o segundo volume da Série Lux e a minha dica para começar a ler esta série é: NÃO LEIA A SINOPSE!!! Bom, por quê não ler? Por que a sinopse, pelo menos desta série contém spoilers e perde totalmente a graça da história, que é quando você descobre o que os personagens são. Este é o maior pecado do livro!! Eu li Obsidiana, embora não tenha feito uma resenha ainda, e simplesmente amei o primeiro volume, e o fato de não ter feito resenha é por que tinha lido em pdf e como me falta tempo para leitura eu gostaria de reler o livro e reler Ônix também, uma vez que traduziram toda a série para o nosso português e eu consegui ler até a metade do terceiro volume, que se Deus quiser a editora Valentina vai continuar assinando e publicando os livros da tia Jenny.

Então gatos/gatas, esperem que esse mês de férias (pelo menos as minhas começam cedo) vai ter mais resenhas de livros pra vocês. Esses foram os que chegaram hoje e mais pra frente o lançamento da Pandorga – Nas Fronteiras de Alice, também estará em mãos. Aproveitem que está na pré-venda por que esse livro promete e é muito aguardado!!

Um beijão da tia #nini pra quem fica :*