Locomotiva Literária

Resenha – Extraordinário

principal

Esse livro é Extraordinário. Ok, trocadilho ruim, mas convenhamos: não tem outra palavra que descreva melhor esse livro de R. J. Palacio. Um pequeno aviso antes de continuar: tentei não dar muitos spoilers, mas talvez se sinta “spoilerizado” (se é que isso existe). Portanto, você foi avisado!

A autora conseguiu a maestria de fazer você viver um pouco do que August Pullman passa durante o livro. Auggie, como é chamado pelos mais íntimos, tem uma condição genética que, infelizmente, o deixou com uma aparência não muito aceita na nossa “querida” sociedade. Não quero usar a palavra deformação para descrevê-lo, porque acho que isso induz ao preconceito e esse livro tem a importante missão de mudar a visão retrógrada das pessoas quanto àquilo que é diferente do que estamos acostumados a conviver.

“Sei que não sou um garoto de dez anos comum. Quer dizer, é claro que faço coisas comuns. Tomo sorvete. Ando de bicicleta. Jogo bola. Tenho um Xbox. Essas coisas me fazem ser comum. Por dentro.”

2A narração do livro é feita pelo próprio Auggie, do seu ponto de vista em relação ao que tem que passar durante os desafios de ser “diferente”. Em alguns momentos, essa primeira pessoa muda para pessoas que, na minha visão, fazem toda diferença na vida do garoto. Toda a trama do livro se baseia na entrada de August para a escola. É a primeira vez em toda a sua vida que ele vai entrar em uma escola, sem ser a da sua irmã, Via. Fazendo uma ressalva, Via defende o irmão com unhas e dentes, mas a escola vai mudar algumas coisas na rotina do relacionamento de toda a família.

Os pais de Auggie (Nate e Isabel) não são tão protetores quanto eu pensei que seriam. Acho que eles têm momentos assim. Mas o mais incrível desse livro é como o garoto se desenvolve durante as páginas. O garoto que termina o livro não é o mesmo que começa. E isso é perceptível, obviamente, pelos próprios personagens. Mas sua maturidade é o que realmente me surpreendeu. Ele sabe lidar muito bem com a sua condição e, apesar de algumas vezes não conseguir “aguentar a barra”, ele consegue fazer piada de si mesmo, e isso é incrível.

“Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo. – Auggie”

Eu não queria que o livro acabasse, confesso. Eu queria ver mais da trajetória de Auggie, entrando para a faculdade, no seu primeiro emprego, no casamento, com os filhos, enfim… Tem tanta história. A gente sofre junto no livro, não tem jeito, chora mesmo, não vou negar. Mas que dá um orgulho de conhecer a história desse garoto, isso não tenho dúvidas. R. J. Palacio se mostrou uma incrível autora. Como sempre digo aqui: gosto daquele autor que consegue te fazer sentir na pele o que o personagem sente. Não foi diferente em Extraordinário.

Eu aprendi muito com esse livro e eu acho que essa é sua maior lição. Você aprende muita 3coisa, você percebe que às vezes uma barreira, por mais difícil que ela pode ser, só pode ser ultrapassada com persistência, com fé, com amigos e com a família. Eu demorei pra comprar e ler esse livro e, agora, gostaria de tê-lo lido há muito tempo. Mas, como dizem, antes tarde do que nunca. Tenho certeza que você vai gostar, vai se emocionar e vai aprender alguma coisa. Eu acho que Extraordinário tem belíssimos exemplos de ser humano. Destaco-os aqui: Auggie, Via, Jack (Will), Summer e senhor Buzanfa (sério). Mas tem muitos outros que passam pela vida de August que também são sensacionais.

Gentileza: depois de extraordinário, acho que é essa a palavra que define Extraordinário.

“Preceito de Setembro do Sr. Browne:
Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil.”

Eu me pergunto o que eu diria ao Auggie se o visse. E acho que descobri a resposta: “Auggie, você pode ser diferente de todas as outras pessoas do mundo, mas é aí que está o seu trunfo: você pode ser diferente! Todos os outros são iguais…”

Ah, não se esqueçam: Extraordinário chega aos cinemas esse ano! Não dá pra perder, mas corra pra ler antes, porque eu tenho certeza que você vai amar.

Ficha técnica

Extraordinário

Autora: R. J. Palacio

Editora: Intrínseca

Ano: 2012

320 páginas

 

Advertisements

2 thoughts on “Resenha – Extraordinário

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s