Sorteio de Inverno

Bem-vindo inverno, e ao segundo sorteio do Estação Imaginária!

Como adoramos um bom friozinho, decidimos fazer um super sorteio de inverno propício a leituras quentinhas.

E o nosso escolhido foi o recém lançamento da Editora GaleraEm Águas Sombrias da autora Paula Hawkins, mesma autora de A Garota no Trem.

19398833_1335187349913829_1844721666_n

Para participar é muito simples, primeiro você deve acessar seu Instagram e entrar no nosso perfil. Clique aqui!

REGRAS DO SORTEIO

Assim que tiver acesso ao nosso perfil, deverá procurar a foto oficial do sorteio colorida e seguir o passo a passo na descrição da imagem, que consiste em: curtir a foto, compartilhar no modo público, marcar três amigos por comentário e seguir nosso perfil.

Mas atenção: não contamos marcações de perfis fantasmas, perfis desativados e perfis de famosos, também não vamos dar credibilidade a perfis que deixarem de nos seguir antes da conclusão do sorteio, cada uma dessas coisas geram pontos e quem pontuar mais alto ganha 😉

Temos como principal regra ao ganhador: Este deverá se apresentar no chat privado do Instagram com dados para envio até 24h depois de anunciado, caso contrário será escolhido um novo ganhador que deverá respeitar também o prazo.

IMPORTANTE

Não nos responsabilizamos pela entrega, pois ela será feita mediante às informações fornecidas pelo ganhador e pela transportadora das livrarias online em que será feita a compra do livro.

O sorteio será finalizado no dia 31/07/17.

♠♠♠

Desejamos aos participantes que a sorte esteja a seu favor e agradecemos por mais um sorteio aqui no blog ser possível ❤
Um ótimo friozinho a todos!!

Atenciosamente,
A Equipe Maria Fumaça!

Resenha: Em Águas Sombrias – Paula Hawkins

Pra quem simplesmente amou o sucesso de A Garota no Trem, best seller de Paula Hawkins que conquistou milhares de leitores no mundo, simplesmente não pode esperar menos de Em Águas Sombrias, novo sucesso da autora.

Intrigante e desesperadamente profundo, não apenas pelo cenário escolhido pela autora, Em Águas Sombrias é aterrorizante, é um pesadelo em forma de livro, mas que você não consegue por fim, não consegue interromper, você só consegue continuar seguindo em frente. E no final da leitura só consegue pensar em como a autora te levou pelo caminho que ela queria que você fosse e o quão surpreendente é sua inteligência por construir um livro tão bem segmentado e uma linha de raciocínio inabalável.

Esse sem dúvidas será seu próximo best seller.

em águas sombrias 02

Sinopse: “Cuidado com superfícies muito calmas, nunca se sabe o que pode haver embaixo delas. Da mesma autora do best-seller internacional A garota no trem.
Nos dias que antecederam sua morte, Nel ligou para a irmã. Jules não atendeu o telefone e simplesmente ignorou seu apelo por ajuda. Agora Nel está morta. Dizem que ela se suicidou. E Jules foi obrigada a voltar ao único lugar do qual achou que havia escapado para sempre para cuidar da filha adolescente que a irmã deixou para trás. Mas Jules está com medo. Com um medo visceral. De seu passado há muito enterrado, da velha Casa do Moinho, de saber que Nel jamais teria se jogado para a morte. E, acima de tudo, ela está com medo do rio, e do trecho que todos chamam de Poço dos Afogamentos… Com a mesma escrita frenética e a mesma noção precisa dos instintos humanos que cativaram milhões de leitores ao redor do mundo em seu explosivo livro de estreia, A garota no trem, Paula Hawkins nos presenteia com uma leitura vigorosa e que supera quaisquer expectativas, partindo das histórias que contamos sobre nosso passado e do poder que elas têm de destruir a vida que levamos no presente.”

Bom, vamos começar falando desse livro pela narrativa surpreendente e que no começo me fez embananar tudo. É que cada personagem tem a sua narrativa, alguns em primeira pessoa como a Jules, outros em terceira pessoa. Essa mudança de narrativas foi uma coisa que confundiu um pouco, tive que ler mais de uma vez um mesmo trecho pra poder entender a ligação que cada personagem tinha com o texto e outros personagens. Mas isso, não chega a ser de fato um ponto negativo.

Pra ser bem sincera, a respeito do livro, no começo eu fiquei com muita raiva da maioria dos personagens, na verdade todos menos a Jules, eu a transformei na coitadinha da história por que só o lado dela, o que ela pensava e sentia faziam sentido pra mim. Então odiei todos os personagens menos ela logo de cara, mas algo que no decorrer da história fui consertando porque fui conhecendo cada personagem melhor e, alguns personagens que imaginei que nunca ia gostar, acabei gostando, como a Lena, sobrinha da Jules. No começo ela parecia muito mimada, mas era só uma menina sentindo a dor do luto e que não tinha espaço para viver esse luto direito. Então aos poucos fui notando o crescimento dela dentro da história e me surpreendi com o que descobri sobre ela: lealdade, garra e determinação. Não consigo imaginá-la como essas protagonistas perfeitinhas demais, ela simplesmente é imperfeita com qualidades chamativas e por isso tem um papel muito importante na história.

Eu posso dizer que Lena e Jules são as personagens que mais me liguei e mais gostei durante toda a trama, achei a história vigorosa, horrorosa (não de ser um livro ruim de se ler, mas de causar um pouco de horror sobre a série de histórias sobre mortes no Poço dos Afogamentos que o livro conta, e os trechos que ressaltam tudo isso e nos dão certa sensação de suspense ao mesmo tempo em que é fascinante), com um discernimento e uma linha tênue de raciocínio inabalável. É até difícil de imaginar tudo de uma vez e por causa de certos elementos é perceptível a presença da autora, é como se esse livro nos dissesse: Paul Hawkins está presente em cada trecho deste livro e você está exatamente aonde ela quer que esteja.

Então o leiam, se puderem, porque este livro é incrível e não há nenhum ponto negativo sobre a perfeição dele durante a leitura.

em águas sombrias 01

ATENÇÃO: CONTÉM SPOILERS

Fazia tempo que não escrevia uma resenha com a parte de spoilers presente, mas achei necessário que esta leitura deveria ter para os curiosos de plantão que não aguentam esperar pra saber e para os que já leram e querem dividir seus pontos de vista, assim como eu.

Bom, eu não achei nenhum ponto negativo, como disse, porque achei tão incrível cair nas redes da autora e ser direcionada pra onde ela quisesse que me bastou por aí classificar esse como o melhor livro que li este semestre. Acabou por aí. Ponto.

Mas não, quero colocar aqui e deixar marcado meu ponto de vista. Desde o começo achei que Mark Henderson era o culpado, mas não conseguia imaginar ou ligar ele a nada, absolutamente nada, até que mais uma personagem morta apareceu: Katie Witthaker. Porém, dava pra acreditar na integridade de Mark, que eles se apaixonaram, tudo lindo e tal e realmente foi burrice a menina se suicidar alguns poucos meses antes da idade legal pra eles assumirem o relacionamento. Ou seja, uma cagada que acabou com a vida dos dois e que no final a gente não sabe se a Lena matou ele ou o que houve com ele, apenas que ele sumiu, simplesmente. Bom, este é um ponto.

O segundo ponto é que, se Louise Witthaker não fosse tão evidente o tempo todo, não daria pra ligar uma morte na outra. No começo eu me perguntava exatamente o que essa mulher tem a ver com tudo? Ok, ela odiava a protagonista mais que essencial da história, Nel Abbott, mas mesmo assim, qual o motivo dela estar ali o tempo todo? E aí as coisas foram fazendo sentido, só que de uma forma que não era uma ligação tão sólida a morte de Katie e Nel. Ok, tem todo aquele esquema de comprar remédios pra emagrecer no cartão de Nel, mas ainda assim, não era uma justificativa sólida demais para criar um elo, mesmo que Katie fosse melhor amiga de Lena.

O passe chave de tudo isso é Mark, sempre foi ele e Nickie Sage, eles são a chave que abre a porta com todas as respostas. Por que Nickie é uma senhora Medium que conversa com os mortos e sabe de coisas do passado que liga exatamente ao presente e ao por quê da morte de Nel, conhece todas as histórias macabras que envolvem mortes de mulheres no rio da cidade. E Mark por que havia achado a pulseira de Nel no escritório de Helen Townsend.

A partir daí criamos mais suspeitas, suspeitas em cima de Helen que nada mais era do que uma inocente ingênua na história toda. Então, todos os personagens de alguma forma estão ligados. E vou dizer, entendo a situação da Helen, mas ela é patética do começo da história ao final. Assim como Patrick, outro personagem que odiei, mas que no final se mostrou um pai protetor, embora culpado por ter assassinado a esposa e conseguido ocultar o fato por ser policial. Protetor por que ele simplesmente assumiu a culpa de ter matado Nel. E é aí que a gente acha que acabou, mas a surpresa vem como um back e derruba a gente como um furacão: quem matou Nel foi Sean Townsend. E pra você ver como o cara é mau caráter, deixou o pai levar a culpa e fugiu pra qualquer lugar do mundo para nunca ser encontrado. Está certo que ele matou Nel pela série de perguntas e investigações sobre a morte da mãe de Sean, o que claramente é mostrado durante toda a história que o assunto o abala de uma forma que o deixa nervoso. Dentro dos padrões do normal, mas não muda o fato. Então ele simplesmente a empurrou penhasco abaixo e ela morreu.

Então a minha conclusão sobre a morte de Nel é que foi um assassinato passional, passional por que os dois tinham um relacionamento sexual, e homicídio com intenção de matá-la, pois nos trechos finais ele fala que pela série de questionamentos sobre o passado dos pais dele que ele não queria responder e o fato dele saber sobre os encontros de Nel e Nickie que lhe contava histórias reais sobre o passado, ele queria se afastar dela, e por estar a envolvendo com os braços ele a empurrou. Colocou um ponto final para afastá-la para sempre.

O lado ruim é que Sean Townsend não foi punido.

Talvez este seja o único ponto negativo de toda a história. Sean Townsend não foi punido, mas todos viveram felizes para sempre.

Talvez o leitor se pegue pensando que há mais pontos que não foram resolvidos ou que ficaram nas entrelinhas na história. Como o paradeiro de Mark, o que Lena fez com ele durante o sequestro. Mas acredito que isso ficou bem especificado quando eles fizeram o acordo de Mark entregar a pulseira de Nel à Lena e dizer onde encontrou em troca dela limpar a barra dele com a polícia. Eu sinceramente acredito que ele realmente gostava da Katie, mas achei a morte dela completamente sem sentido, mas que sem isso a história não teria o mesmo sabor e o resultado que, provavelmente, Paula Hawkins esperava, não seria o mesmo.

Leitura em #trio

Este mês, as top leitoras do #EstaçãoImaginária entram numa leitura tripla e o bonito escolhido é um lançamento do mês de abril, da autora Paula Hawkins: Em Águas Sombrias. Mesma autora do best seller A Garota do Trem.

Clique nas imagens para ampliar:

Os livros foram um presente da nossa linda #KFSchneider, a loirinha de óculos mais amorzinho que você vai ver hoje e que você respeita, isso é que é amiga de verdade: que compra livros e envia com todo carinho do mundo para as outras ❤

Além de tudo, nossa amiga vai estar na Bienal do Livro do Rio este ano para pegar autógrafos com a autora. A notícia não é fantástica?

Então galere, partiu ler!

E você? Já ganhou algum livro de uma amiga top? E qual sua leitura do mês? Conta pra gente que super queremos saber!!

Lançamentos mês de #maio!!

Beeeeem atrasado, mas cá estamos!!

Vocês precisam me perdoar este mês, mas a correria do dia a dia quase não me ajuda a lidar com essa bodega direito. Porém, não é preciso se preocupar, o Estação vai continuar a todo vapor e mais vivo do que nunca. Então, vamos lá?

Pra começar bem, escolhi a Editora Valentina como pivô desse post, com o livro Dumplin, da autora Julie Murphy.

9788558890311-dumplin

Sinopse: Gorda assumida, Willowdean Dickson (apelidada de Dumplin’ pela mãe, uma ex-miss) convive bem com o próprio corpo. Na companhia da melhor amiga, Ellen, uma beldade tipicamente americana, as coisas sempre deram certo… até Will arrumar um emprego numa lanchonete de fast-food. Lá, ela conhece Bo, o Garoto da Escola Particular… e ele é tudo de bom. Will não fica surpresa quando se sente atraída por Bo. Mas leva um tremendo susto quando descobre que a atração é recíproca.

Ao contrário do que se imaginava – a relação com Bo aumentaria ainda mais a sua autoestima –, Will começa a duvidar de si mesma e temer a reação dos colegas da escola. É então que decide recuperar a autoconfiança fazendo a coisa mais surreal que consegue imaginar: inscreve-se no Concurso Miss Jovem Flor do Texas – junto com três amigas totalmente fora do padrão –, para mostrar ao mundo que merece pisar naquele palco tanto quanto qualquer magricela.”

Genteeeeee, socorro, esse livro é tudo para desmistificar aquele padrão estabelecido pela mídia de que a mulher tem que ser magra. NÃO! A mulher tem que ser linda do jeito que ela acha melhor. Gordinhas também são sexy! Então, comprem esse livro o mais rápido possível ❤

Pré-venda: Amazon | Saraiva.

♠ ♠ ♠

O bonito da vez é a Editora Darkside, que todo mês nos traz capas e histórias que não podem faltar na coleção do leitor.

51gssxuhgPL

Sinopse: O que é preciso saber sobre este livro? Bem, só para abrir seu apetite literário, fique sabendo que “Minha Vida Fora dos Trilhos” foi escrito por ninguém menos que Clare Vanderpool, a mesma autora do encantador e mágico Em Algum Lugar das Estrelas.
A protagonista de Minha Vida Fora Dos Trilhos, Abilene Tucker, tem apenas 12 anos, mas é corajosa e impetuosa o suficiente para encontrar aventuras na pequena cidade de Manifest, Kansas, um fim de mundo para onde seu pai a enviou de trem a fim de passar o verão sob a tutela de um velho conhecido enquanto ele trabalha em uma ferrovia. O que parecia ser o período mais solitário e entediante de sua vida ganha um novo e surpreendente rumo quando Abilene encontra uma velha caixa de charutos com cartas antigas e pequenas lembranças de outros tempos. Aos olhos curiosos da menina, a caixa se torna uma verdadeira arca do tesouro, onde segredos enterrados conectam dois momentos da cidade. A partir de então, o livro se divide em duas narrativas cronológicas: passado e presente se misturam, daquela maneira mágica que só um bom livro consegue contar. Os acontecimentos vão da época da Primeira Guerra Mundial à Grande Depressão norte- americana dos anos 1930, com soberba fidelidade histórica que ajudam a construir esta narrativa de perda e redenção.

Um livro que vai te fazer viajar aos confins da imaginação! Este é puramente o nosso!

Pré-venda: Amazon | Saraiva.

♠ ♠ ♠

E já que estamos falando de livros amorzinhos este mês, a Pandorga está trazendo duas novidades que você não pode perder, por que elas vêm com marcadores ❤

amor de todas as formas

Sinopse: Não existe um jeito certo de amar nem a hora certa para o amor chegar. O amor pode aparecer no supermercado depois que a porta se fechar, que mal tem? Ou quem sabe aparecer através de uma forma pura, meiga e delicada como em uma linda dança de balé? Ao espiar por uma janela proibida, quem sabe você se depara com aquele garoto de olhos azuis que sonha? Você pode viver uma aventura deliciosa, mesmo não parecendo muito correta, e essa aventura aquecerá seu coração. O destino tem, sim, o poder de unir dois corações de caminhos opostos, afinal, no amor não existe impossível. Todo dia é dia de comemorar o amor. O importante é abrir o coração, sair do convencional, driblar as asperezas da vida, estar pronto para dar um fora na rotina e viver todos os dias uma grande paixão. Experimente o Amor… De Que Forma? Não importa! O Que Importa Mesmo É Se Entregar Ao Amor De Todas As Maneiras.

Esse é um ótimo livro para dar para aquela namorada viciada em livros. Meninos, fiquem atentos: mês que vem é o mês dos namorados!!

Pré-venda: Saraiva.

rainbow

Sinopse: “Rainbow” Walker sempre se sentiu diferente das garotas da sua idade. Com um nome peculiar e uma família estranha, ela nunca conseguiu estabelecer vínculos ou manter muitas amizades. Agora, em uma nova cidade, ela terá de se adaptar a uma nova escola e rotina, ao mesmo tempo que precisa deixar sua introspecção de lado. Mas “Rainbow” não está sozinha nessa jornada, já que uma pessoa inesperada entra em seu caminho, fazendo com que ela precise rever todos os velhos preconceitos em relação aos outros, obrigando-se a deixar as pessoas entrarem na sua vida. Reviravoltas, conflitos familiares e toda espécie de desventuras típicas de uma adolescente no Ensino Médio não podem competir com o que ela menos esperava encontrar: o amor e a autodescoberta.

Este é mais um livro que tem forte pretensão a presente de dia dos namorados no mês que vem. Além de ter uma capa super linda e chamativa. Tia nini aprova!

Pré-venda: Saraiva.

♠ ♠ ♠

Provence é um lançamento da Editora Novo Conceito deste mês que fala sobre memórias, corações partidos e ao mesmo tempo a cura interior de coisas que trazem dor.

provence

Sinopse: “Eis uma forma de colocar a questão: a perda é uma história de amor contada de trás para frente… Toda boa história de amor guarda outra história de amor escondida dentro dela. ” A vida de Heidi com o filho tornou-se um jogo para manter viva a memória de Henry, bom pai e marido exemplar. Manter uma vida normal em um mundo em que Henry não existe mais está cada dia mais difícil. Heidi precisa lidar com o filho que se tornou um verdadeiro maníaco por limpeza e com a sobrinha Charlotte, uma adolescente problemática. Uma casa em “Provence”, na França, que pertence à família de Heidi há gerações, é rica em histórias de amor e surpreendentes coincidências. Heidi e sua irmã mais velha, Elysius, passavam os verões lá quando crianças, junto com a mãe. A casa, as lembranças e os segredos de Provence haviam ficado para trás, mas agora, com o incêndio que atingiu a propriedade, a casa precisa ser salva por Heidi. Ou será que é Heidi quem precisa ser salva pela casa? Uma história de recomeço, amor e esperança perante a perda, em que uma pequena casa na zona rural do sul da França parece ser a responsável por curar corações partidos há anos.

Você pode encontrar esta triste leitura na Saraiva.

♠ ♠ ♠

A Seguinte está com novidades quentinhas este mês. A primeira delas? A Melodia Feroz da autora Victoria Schwab.

melodia feroz

Sinopse: Kate Harker e August Flynn vivem em lados opostos de uma cidade dividida entre Norte e Sul, onde a violência começou a gerar monstros de verdade. Eles são filhos dos líderes desses territórios inimigos e seus objetivos não poderiam ser mais diferentes. Kate sonha em ser tão cruel e impiedosa quanto o pai, que deixa os monstros livres e vende proteção aos humanos. August também quer ser como seu pai: um homem bondoso que defende os inocentes. O problema é que ele é um dos monstros, capaz de roubar a alma das vítimas com apenas uma nota musical. Quando Kate volta à cidade depois de um longo período, August recebe a missão de ficar de olho nela, disfarçado de um garoto comum. Não vai ser fácil para ele esconder sua verdadeira identidade, ainda mais quando uma revolução entre os monstros está prestes a eclodir, obrigando os dois a se unir para conseguir sobreviver.

Este é um daqueles livros que a gente ama o vilão e torce pra dar tudo certo com o mocinho ❤

Quem mais se interessou pela história? Esse com certeza está no topo da minha lista este mês!!

Pré-venda: Amazon | Saraiva | Submarino.

crueldade

Sinopse: O mundo de Gwendolyn Bloom vira de cabeça para baixo quando seu pai desaparece durante uma viagem de trabalho. Ela logo descobre que ele não é o homem que, por dezessete anos, achou que fosse — e essa é só a primeira de muitas revelações que Gwendolyn terá pela frente. Sem poder contar com a ajuda de mais ninguém para encontrá-lo, a garota parte em uma jornada tão perigosa quanto alucinante, seguindo os rastros do pai pela Europa. Porém, para se infiltrar — e sobreviver — em um novo mundo cheio de maldade e perversão, ela precisará deixar toda a sua vida para trás, assumir uma nova identidade e se tornar alguém tão cruel quanto seus piores inimigos.

Crueldade é o segundo lançamento da Seguinte, que parece ser uma leitura tão fantástica quanto a primeira. Assim fica difícil escolher!!

Pré-venda: Amazon | Saraiva | Submarino.

♠ ♠ ♠

E para os fãs de Stephen King, a Suma de Letras está trazendo este mês A Zona Morta.

71bI-ncw2QL

Sinopse: Depois de quatro anos e meio, John Smith acorda de um coma causado por um acidente de carro. Junto com a consciência, o que John traz do limbo onde esteve são poderes inexplicáveis. O passado, o presente, o futuro – nada está fora de alcance. O resto do mundo parece considerar seus poderes um dom, mas John está cada vez mais convencido de que é uma maldição. Basta um toque, e ele vê mais sobre as pessoas do que jamais desejou. Ele não pediu por isso e, no entanto, não pode se livrar das visões. Então o que fazer quando, ao apertar a mão de um político em início de carreira, John prevê o que parece ser o fim do mundo?

Gente, sensacional, assim como todos os outros livros de sucesso do nosso renomado King. Sem palavras, só o tenha logo na sua estante.

Pré-venda: Amazon.

♠ ♠ ♠

Não deixe de nos contar nos comentários o que achou deste post e dos lançamentos deste mês. Qual livro você vai trazer pra sua estante ou qual livro está mais animado (a) pra ler? 😉

Resenha: Beijada por um Anjo Vol.3 – Elizabeth Chandler

Yaaay, a leitura está cada vez mais frenética! Perceptível né? Então, não consigo desgrudar as retinas desta série e não acredito que mais três livros e eu termino. Aí vem aquela safada da ressaca literária e eu fico triste.

Bom, começando a resenha, vai ser naquela mesma proporção das anteriores, vou comentar um pouco sobre o que achei do livro e depois fazer uma parte com spoiler dos pontos positivos e negativos. Então gatos, torno a dizer, se você ainda não leu os volumes anteriores, nem perca seu tempo de ler esta resenha. Sem grosseria, mas acho importante salientar, como na resenha do segundo volume da série, que: mesmo que eu esteja discorrendo sobre o livro, contando o que achei sem spoiler, alguma coisa você vai ficar sabendo. Então, se alguém não leu os volumes anteriores, não adianta ler a resenha do terceiro volume. Esse é um aviso que, enquanto eu escrever resenhas sobre séries, sempre vai estar aqui. E não é só por que eu gosto de falar (rsrsrs), mas também para o bem da humanidade ❤

Vol 03 - 02

Então, falando um pouco sobre o “Almas Gêmeas“, terceiro volume da série Beijada por um anjo, o que eu senti foi que: a Ivy tinha morrido no final do anterior e esse volume ia começar com o funeral dela. A minha impressão foi essa, então estava morrendo de medo de continuar, mas morrendo de curiosidade o suficiente pra prosseguir. Então, claro, a Ivy não estava morta, mas estava com a pulga atrás da orelha e sendo acusada de tentativa de suicídio. O que eu achei cliché. Isso é típico de personagens que tramam algo para a vítima inocente e se dão mal, e depois falam que a vítima tentou suicídio por tal motivo para se livrarem da suspeita. Clichézão! Mas de qualquer forma, eu esperava que ela tivesse morrido e a história seguisse com ela morta e tentando fazer Gregory se dar mal.

Mas o que realmente me chamou a atenção dentro de todo esse cliché, foi que naquele momento a Ivy viu a luz de Tristan, ela acreditou nos anjos novamente, aquilo bastou para que a sua crença voltasse com todas as forças, e por isso, ela não podia acreditar que estava louca.

Confesso que, achei que a Suzanne fosse melhorar, mas minha raiva dela só cresceu a cada capítulo, ela é a pior amiga do mundo, insegura demais, ciumenta demais e possessiva demais, vendo apenas o que o Gregory queria que ela visse e esquecendo que a Ivy era sua amiga há anos, na verdade essa personagem teve um crescimento simbólico dentro de todo esse sentimento ruim, essa onda, só mostrou que tanto ela quanto Gregory, um presta menos que o outro. E por falar no diabo, Gregory se mostrou quem realmente era, e isso já estava na hora também por que começou a ficar cada vez mais evidente e, desculpe-me leitor frustrado que gosta dele, massssssss: eu avisei que ele não era flor que se cheirava desde o início. Mas concordo que, sem a chatice da Suzanne e o anjo mau Gregory, o livro não teria graça alguma. Então dou um pouco de crédito por isso.

Vol 03 - 01

E como falei, na ultima resenha, as peças vão se ligando cada vez mais, Ivy vai aumentando novamente sua crença a ponto que ela consegue ver e conversar com Tristan, que também está cada vez mais forte, o que traz um certo alívio, por que agora ele pode avisá-la dos perigos, das descobertas e os dois trabalham juntos para desvendar todo o enigma que embola a trama desde o início. E como também tinha dito antes, essa leitura realmente me pescou de uma forma sobrenatural que eu não consigo largar por um mísero segundo.

Will e Beth também estão cada vez mais presentes, Philip também que se impressiona com a volta da crença da irmã e isso tudo é uma coisa muito linda, por que Ivy, embora tenha um amor inexplicável por Tristan, está seguindo em frente, está aceitando os fatos, mesmo correndo perigo e fazendo de tudo pra dar um jeito em Gregory e descobrir quais são seus reais motivos para a perseguição e as tentativas de assassinato. Também não podemos deixar de fora o Eric, que faz parte desse jogo todo tanto quanto qualquer um faz. Então por todos esses motivos, vale a pena ler o terceiro volume e mergulhar de cabeça nessa leitura, ela continua mantendo o mesmo ritmo dos anteriores, numa ordem surpreendente que faz com que o leitor acompanhe muito bem a linha de raciocínio ao mesmo tempo que os personagens narram seus pensamentos, suas ideias e isso é incrível.

AVISO: CONTÉM SPOILERS

E de praxe, é aqui que eu conto o que eu vi como ponto positivo e negativo dentro de todo o contexto do livro. Eu espero que possamos conversar depois, caso alguém já tenha lido sobre o que acha desses pontos, enfim.

01

Como primeiro ponto positivo o que eu vi foi o progresso da Ivy em relação a Gregory, ela começou a desconfiar dela, começou a se lembrar de tudo o que aconteceu na estação de trem quando ele tentou matá-la. E aí eu bati palmas, por que estava no finalmente pra isso acontecer e não acontecia logo. O que eu mais queria era ver o Gregory dar de cara com o poste. Então, essa visão destampada da Ivy me trouxe certo alívio, ela começou a procurar o por que, a saber os motivos e com a sua crença nos anjos voltando, a cortina que a dividia da comunicação com Tristan se abriu e ela pôde novamente falar com ele, ver ele, não da mesma forma de quando estava vivo, mas conseguia e ele contou tudo a ela, os perigos que corria. Então, nesse volume eu realmente fiquei contente com esse progresso.

Acreditem se quiser, mas eu não gostei de Eric ter morrido, embora, achei necessário por que ele deixou para Ivy uma pequena chave, mas que abria um baú cheio de segredos que poderia entregar Gregory à policia e revelar o por que dele ter matado tantas pessoas e ainda estar atrás de Ivy. No final, achei que ele foi muito útil, embora cúmplice de Gregory. Vamos dizer que, ele morreu em paz consigo mesmo e também deu pra se livrar de um personagem chato e medíocre.

Outra coisa também, foi a Lacey, a personagem sumiu no final do livro, deixou um gostinho de quero mais, mas ela teve um desempenho incrível, eu simplesmente amei a Lacey, notei que algo nela havia mudado, talvez tivesse se apaixonado por Tristan, mas essa garota é durona, não gosta de despedidas e é o que continuou trazendo graça com suas piadas e brincadeiras para dentro da história. Eu espero vê-la novamente nos próximos volumes.

Também gostei muito de Will, a aproximação dele com Ivy no final, logo quando Tristan despediu-se, Will trouxe esperança na vida de Ivy. Embora ela sempre vá amar Tristan pelo que ele é, pelo que foi, pelo que fez, pelos motivos certos, Will é seu novo amor, e como todos sabemos, cada novo amor é diferente do anterior. Espero gostar cada vez mais do Will nos próximos volumes, uma coisa é certa: quando amamos alguém queremos o bem para ela, mesmo que isso seja vê-la feliz com outra pessoa, mesmo se estivermos infelizes com isso. Eu vi isso em Tristan durante toda a história, mas que aos poucos ele foi se desapegando, foi vendo que seu caminho ali estava terminado e Ivy tinha que seguir em frente. Foi uma coisa linda, humana.

E Eric, não vamos esquecer do peso morto, Eric, que no final das contas não era tão inútil assim. Ele sabia que algo aconteceria com ele se abrisse o bico ou não, então deixou algo para ajudar Ivy, que foi a razão de Caroline ter morrido, um teste de DNA alegando que Gregory não era filho de Andrew. E isso foi o ápice da história, um choque e eu juro que não esperava que fosse isso, embora as evidências de um homem sempre visitando o túmulo de Caroline estivesse a todo esse tempo debaixo do nariz. Esse homem, nada mais era do que o verdadeiro pai de Gregory e justamente por Gregory saber que esse pai não poderia dar nada a ele do que tinha com Andrew é que ele silenciou a própria mãe e estava disposto a se livrar de quem descobrisse. Gente, eu fiquei em choque! Isso foi muito bem trabalhado, então de fato, Eric não era tão inútil assim, ele só era chato mesmo e acabou ajudando para ficar em paz consigo mesmo.

02

Como sempre, eu vejo a Suzanne sempre em primeiro lugar como ponto negativo. Gente, não tem como, eu simplesmente não consigo gostar dessa personagem desde o início e cada vez mais ela é muito chata. E nesse volume ela deu uma piorada na maldade. Na sua festa de aniversário ela pegou Gregory e Ivy no seu próprio quarto e ao invés de ficar do lado da amiga, ficou do namorado manipulador. O que me fez pensar: eles realmente se merecem. E claro que, Gregory se aproveitou da situação pra continuar tramando contra a Ivy e queimar seu filme ainda mais com Suzanne. Ou seja, não adiantava explicar, a garota não entendia e achava que Ivy estava afim de Gregory. Meu Deus, que vontade de socar a mão na cara dela.

O segundo ponto foi que, eu senti uma raiva sobrenatural de Gregory, não por que ele estava fazendo todos esses joguinhos de manipulação e maldade pra cima de Ivy, usando as pessoas que ela amava contra ela e se passando por bomzinho. Mas por que ele simplesmente envolveu a gata de Ivy, Ella em tudo isso, machucando a gata de diversas formas. O filho da mãe matou a gata com uma corda no pescoço pendurada na janela. Meu Deus, isso pra mim foi o fim. Se eu já não gostava desse personagem desde o início, agora eu queria eu mesma matar ele. Pra mim foi o ponto mais forte do livro, eu fiquei muito irritada e triste ao mesmo tempo, embora seja só uma história.

Também fiquei um pouco decepcionada pelo pai de Gregory não ter nenhum envolvimento na morte de Caroline e as mortes que sucederam ela. As tentativas de Gregory de matar Ivy, eu estava convicta de que Andrew tinha um papel dentro de tudo isso, mas no final ele era só mais um personagem figurante que estava lá só por estar, um quadro na parede fazendo sua função: a de decorar.

Odiei as atitudes da mãe de Ivy de ter achado que ela tinha matado a própria gata e ter achado que ela era louca por ter surtado por que Gregory havia tirado Philip para um passeio perto das ferrovias de Trem. Achei isso uma atitude estúpida, se você é mãe você acredita nos seus filhos. Então basicamente é isso.

Eu espero que tenham gostado da resenha, que tenham curtido o livro, quem leu, e vamos conversar sobre, comente o que achou ❤

Uma boa leitura a todos!! :*

Lançamentos mês de #abril!!

Atrasei um pouco os lançamentos do mês de Abril, mas não deixei nem um segundo de pensar em vocês, jamais ❤

Então trago pra vocês novidades que já esperaram demais!!

O primeiro que eu trago é O Segredo dos Corpos da Editora Darkside, e como sempre a Darkside sempre trazendo capas arrebatadoras.

segredo-dos-corpos-livro-darkside-capa-3d

Sinopse: Há mais de 40 anos, ele desvenda segredos daqueles que já se foram, muitos de forma misteriosa e violenta. Não há nada de místico em seu trabalho. Devoto da ciência, o Dr. Vincent Di Maio é um dos mais renomados médicos forenses dos EUA, e ele resolveu dividir tudo o que aprendeu com os mortos em seu livro O Segredo dos Corpos.

CSI, Dexter, O Silêncio dos Inocentes, True Detective. A medicina forense tem sido uma fonte constante de inspiração para grandes narrativas policiais. Uma tradição que remonta às primeiras histórias de Sherlock Holmes no século XIX. Mas será que a arte imita mesmo a vida — ou, nesse caso, a morte? O que realmente acontece numa autópsia? Você não precisa mais morrer de curiosidade. Ler O SEGREDO DOS CORPOS é como estar dentro do necrotério, participando de uma verdadeira aula sobre patologia criminal. Sem o inconveniente cheiro do formol.

Esse é pra quem realmente gosta do tema e tem atrativos pelo lado forense da coisa. Vale ressaltar que as obras que a Darkside trás sempre cumprem aquilo que prometem, embora o preço seja um pouco mais salgado que o habitual dos livros, eu acho uma compra digna e uma leitura que vai fazer seu coração palpitar e querer saltar fora do peito.

Você pode encontrá-lo na Saraiva e Amazon.

♠ ♠ ♠

E pra quem ama Carina Rissi e espera pela obra de Francesca Zappia, a Editora Verus está trazendo dois títulos que você fica até em dúvida sobre qual quer levar pra estante.

Quando a Noite Cai, da autora Carina Rissi, ainda está com uma promoção de pré-venda legal, você comprando o livro na Saraiva leva junto uma máscara de dormir, um dos brindes que mais achei surpreendente até agora.

download

Sinopse: Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família não anda nada bem. Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono. Quando a noite cai e o sono vem, ela é transportada para terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos… e o coração. Depois de ser demitida — pela terceira vez no mês! —, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos. Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco — e que talvez nem mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar…

Pré-venda: Saraiva.

download (1)

Sinopse: Alex está no último ano do ensino médio e trava uma batalha diária para diferenciar realidade de ilusão. Armada com uma atitude implacável, sua máquina fotográfica, uma Bola 8 Mágica e sua única aliada — a irmã mais nova —, ela declara guerra contra sua esquizofrenia, determinada a permanecer sã o suficiente para entrar na faculdade. E Alex está bem otimista com suas chances, até se deparar com Miles. Será mesmo aquele garoto de olhos azuis com quem ela compartilhou um momento marcante no passado? Mas ele não tinha sido produto da sua imaginação? Antes que possa perceber, Alex está fazendo amigos, indo a festas, se apaixonando e experimentando todos os ritos de passagem tipicamente adolescentes. O problema é que ela não está preparada para ser normal.

“Inventei você?” é um título pra quem gosta de um mistério apaixonante, é referência para os fãs de E. Lockhart e Matthew Quick, dentre outros autores e títulos que abordam o tema. É para aquele autor que às vezes se sente louco achando que imaginou uma coisa que realmente aconteceu.

Você pode encontrá-lo na pré-venda pela Saraiva | Amazon | Livraria Cultura | Livraria Travessa | Livrarias Curitiba.

♠ ♠ ♠

Já a Editora Novo Conceito nos trás três lançamentos lá disponíveis para compra na Saraiva.

mentiras como o amor

Sinopse: Audrey sabe que sua mãe está certa quando tenta salvá-la de si mesma. Ela sabe que tem sido injusta, por isso precisa, por seu irmão mais novo e pela sua mãe, seguir em frente. Audrey tenta manter todos felizes. Juntos, eles estão em busca de dias melhores. A mãe de Audrey à sua maneira tenta ajudar a filha a controlar a doença para que ela possa encontrar um recomeço seguro.
Então Audrey conhece Leo, e com ele é difícil fingir quem ela realmente é. Leo torna a vida de Audrey realmente complicada, pois essa amizade faz com que ela deseje ousar ser ela mesma, enfrentar a vida. Agora, Audrey precisará decidir: cuidar de sua família especialmente de seu irmão ou continuar sonhando com a vida que tanto deseja?

Uma história triste que promete um amor doce, esse livro é para aquele autor que adora um problema real sendo tratado dentro de um livro, nos traz uma realidade completamente diferente e nos torna mais empáticos. Para quem está em busca de um livro assim, está disponível para compra na Saraiva.

sociedade

Sinopse: Joey, uma arquiteta nova-iorquina que só pensa em trabalho, está em Cotswolds para supervisionar a restauração da majestosa mansão que inspirou J. M. Barrie a escrever Peter Pan. Os moradores da região não foram exatamente receptivos e também havia um problema com o zelador da mansão, um homem que parecia determinado a arruinar os planos dela. Com essa situação, Joey logo começa a pensar que não conseguirá fazer nada certo neste projeto e também em sua vida até descobrir a Sociedade de Natação de Senhoras J. M. Barrie e começar a nadar com elas em sua Terra do Nunca particular. Para Joey, conhecer Aggie, Gala, Meg, Viv e Lilia vai ser uma grande experiência de vida o começo de um relacionamento que vai transformá-la de uma maneira mais que extraordinária…

Disponível para compra na Saraiva.

mais do que isso

Sinopse: Um garoto se afoga, desesperado e sozinho em seus momentos finais. E morre. Então ele acorda. Nu, ferido e com muita sede, mas vivo. Como pode ser? Que lugar é este, tão estranho e deserto? Enquanto se esforça para compreender a lógica de seu pior pesadelo, o garoto ousa ter esperança. Poderia isto não ser o fim? Poderia haver mais desta vida, ou quem sabe da outra vida?

Mais do que isso vai nos trazer uma realidade totalmente diferente sobre a vida e a morte, concepções sobre o que há depois, nos promete mistério e, talvez, nos deixar só um pouco confusos, mas acredito que esse seja uma confusão necessária para o Gran Finale ou a resposta da grande pergunta: Poderia isto não ser o fim?

Disponível para compra na Saraiva.

♠ ♠ ♠

Já a Editora Valentina, neste mês de Abril, inclusive mudou a cara para seu mais novo lançamento: A Identidade Secreta dos Super-Heróis. Esse é pra quem ama e é fã de HQ’s.

identidade-secreta-dos-super-herois

Sinopse: Do Super-Homem aos Vingadores, a evolução das lendas dos quadrinhos. A primeira aparição do Super-Homem em 1938 foi um momento sísmico na cultura pop mundial. Desde então, centenas de super-heróis foram criados, desconstruídos e reinventados para novas gerações de fãs de revistas em quadrinhos, especialmente os ícones da DC, Batman e Mulher-Maravilha, e os X-Men e Vingadores, do Universo Marvel. Você sabia que o Capitão América surgiu socando Adolph Hitler em sua revista de estreia? Que vários elementos da mitologia do Super-Homem, como a kriptonita — seu ponto fraco — e o amigo Jimmy Olsen, vieram do seriado de rádio e só depois foram incorporados aos gibis? Que a famosa minissérie Guerras Secretas, da Marvel, foi criada por encomenda para lançar uma linha de brinquedos e que foi publicada no Brasil completamente adulterada e mutilada? Esses e outros segredos guardados a sete chaves pelos personagens das HQs estão em A Identidade Secreta dos Super-Heróis. Nesta ampla e fascinante exploração do fenômeno dos heróis dos quadrinhos, Brian J. Robb mapeia a ascensão dos super-heróis americanos, do auge inicial na era da Grande Depressão em gibis descartáveis ao renascimento brilhante nos blockbusters mais populares do cinema do século XXI.

Disponível para compra no site da Amazon e Saraiva.

♠ ♠ ♠

A Editora Seguinte também está com três novidades em Abril, duas delas estão na pré-venda e a outra já é lançamento.

o ceifador

Sinopse: A humanidade venceu todas as barreiras: fome, doenças, guerras, miséria… Até mesmo a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida, impedindo que o crescimento populacional vá além do limite e a Terra deixe de comportar a população por toda a eternidade.
Citra e Rowan são adolescentes escolhidos como aprendizes de ceifador — um papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam dominar a “arte” da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão — ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais —, podem colocar a própria vida em risco.

O Ceifador traz uma capa linda e chamativa, misteriosa como a morte deve ser. Uma sinopse interessante que, temos que lembrar que, quase não vemos muitos livros por aí que falam sobre ceifadores.

Se interessar o leitor, o livro está disponível na Saraiva | Amazon | Submarino.

fera

Sinopse: Dylan não é como a maior parte dos garotos de quinze anos. Ele é corpulento, tem quase dois metros de altura e tantos pelos no corpo que acabou ganhando o apelido de “Fera” na escola. Quando ele conhece Jamie, em uma sessão de terapia em grupo para adolescentes, se apaixona quase instantaneamente. Ela é linda, engraçada, inteligente e, ao contrário de todas as pessoas de sua idade, parece não se importar nem um pouco com a aparência dele. O que Dylan não sabe de início, porém, é que Jamie também não é como a maioria das garotas de quinze anos: ela é transgênera, ou seja, se identifica com o gênero feminino, mas foi designada com o sexo masculino ao nascer. Agora Dylan vai ter que decidir entre esconder seus sentimentos por medo do que os outros podem pensar, ou enfrentar seus preconceitos e seguir seu coração.

Pra quem ama o conto de A Bela e a Fera, esse é um livro que conta mais ou menos a mesma história de um jeitinho diferente. É como se Bela e Fera fossem personagens reais de hoje em dia, ainda mais na escola. O livro também traz uma capa linda e chamativa, A Seguinte está caprichando em suas capas neste mês ❤

O livro está na pré-venda e tem previsão de lançamento no dia 28 deste mês. Você pode comprá-lo pela Saraiva | Livraria Cultura | Amazon.

tempestade de cristal

Sinopse: Amara, a implacável imperatriz de Kraeshia, assumiu o trono de Mítica, e um sentimento de incerteza paira sobre Paelsia, Limeros e Auranos. Então Magnus e Cleo procuram um jeito de retomar o poder. Assim, acabam seguindo Gaius até a casa de Selia, sua mãe exilada. A avó de Magnus é uma bruxa poderosa que pode ajudar a liberar a magia dos cristais da Tétrade e recuperar Mítica. Mas, para concretizar seus planos, a família Damora deverá se juntar ao rebelde Jonas e o grupo formado por Nic, Felix e o misterioso Ashur ressuscitado. Enquanto isso, grávida de um Vigilante e temida por todos, Lucia foge do deus do fogo e viaja em busca de Gaius e Magnus. Mas o tempo está acabando. A tempestade iminente indica que a profecia sombria de que o Vigilante Timotheus falou está se aproximando. O destino da feiticeira está traçado, e inclui ninguém menos que o rebelde Jonas.

Tempestade de Cristal é o quinto volume da série A Queda dos Reinos. Esta leitura é para aqueles que gostam de magia, aventura e estratégias. Está na pré-venda com previsão de lançamento, também, para o dia 28 deste mês.

Você o encontra na Saraiva | Livraria Cultura | Submarino.

♠ ♠ ♠

A Editora Paralela este mês está apostando numa novidade mais hot e ao mesmo tempo romance. Este é um New Adult, na minha classificação que não pode e nem deve faltar na estante.

o jogo

Sinopse: Talentoso, inteligente e festeiro, Dean Di Laurentis sempre consegue o que quer. Sexo, notas altas, sexo, reconhecimento, sexo… É sem dúvida um galanteador de primeira, e ainda está para encontrar uma mulher imune ao seu charme descontraído e seu jeito alegre de encarar a vida. Isto é, até ele se envolver com Allie Hayes. Em uma única noite, essa jovem atriz cheia de personalidade virou o mundo de Dean de cabeça para baixo. E agora ela quer que eles sejam apenas amigos? Dean adora um desafio, e não vai medir esforços para convencer essa mulher tão linda quanto teimosa de que uma vez não é suficiente. Mas o que começa como um simples jogo de sedução logo se torna a experiência mais incrível e surpreendente de sua vida. Afinal, quem disse que sexo, amizade e amor não podem andar de mãos dadas?

Livro que quebra todos os estigmas de um relacionamento amoroso. Pode parecer cliché, e realmente parece, mas dê uma chance a esse bad boy ❤

Disponível: Amazon | Americanas | Cia dos Livros | Livraria Cultura | Livraria da Travessa | Livrarias Curitiba | Saraiva.

♠ ♠ ♠

E pra quem já está familiarizado com o thriller A Garota no Trem de Paula Hawkins e aguarda ansiosamente seu próximo lançamento, já pode parar de esperar. A Record este lindo mês de abril, e cheio de surpresas, traz, na pré-venda Em Águas Sombrias.

download

Sinopse: Cuidado com superfícies muito calmas, nunca se sabe o que pode haver embaixo delas. Da mesma autora do best-seller internacional A garota no trem.
Nos dias que antecederam sua morte, Nel ligou para a irmã. Jules não atendeu o telefone e simplesmente ignorou seu apelo por ajuda. Agora Nel está morta. Dizem que ela se suicidou. E Jules foi obrigada a voltar ao único lugar do qual achou que havia escapado para sempre para cuidar da filha adolescente que a irmã deixou para trás. Mas Jules está com medo. Com um medo visceral. De seu passado há muito enterrado, da velha Casa do Moinho, de saber que Nel jamais teria se jogado para a morte. E, acima de tudo, ela está com medo do rio, e do trecho que todos chamam de Poço dos Afogamentos… Com a mesma escrita frenética e a mesma noção precisa dos instintos humanos que cativaram milhões de leitores ao redor do mundo em seu explosivo livro de estreia, A garota no trem, Paula Hawkins nos presenteia com uma leitura vigorosa e que supera quaisquer expectativas, partindo das histórias que contamos sobre nosso passado e do poder que elas têm de destruir a vida que levamos no presente.

Surpreendente!

Em Águas Sombrias está na pré-venda pela Saraiva | Livraria Travessa | Amazon | Livraria Cultura | Livrarias Curitiba | Cia dos Livros.

♠ ♠ ♠

E por ultimo, mas não menos importante: A Arqueiro, este mês, traz um irrefutável mistério cheio de sangue e assassinatos. Este é para o leitor assíduo que adora um suspense. Dá pra sentir o arrepio já no nome do livro.

boneco de pano

Sinopse: O polêmico detetive William Fawkes, conhecido como Wolf, acaba de voltar à ativa depois de meses em tratamento psicológico por conta de uma tentativa de agressão. Ansioso por um caso importante, ele acredita que está diante da grande chance de sua carreira quando Emily Baxter, sua amiga e ex-parceira de trabalho, pede a sua ajuda na investigação de um assassinato. O cadáver é composto por partes do corpo de seis pessoas, costuradas de forma a imitar um boneco de pano.

Enquanto Wolf tenta identificar as vítimas, sua ex-mulher, a repórter Andrea Hall, recebe de uma fonte anônima fotografias da cena do crime, além de uma lista com o nome de seis pessoas – e as datas em que o assassino pretende matar cada uma delas para montar o próximo boneco. O último nome na lista é o de Wolf.

Agora, para salvar a vida do amigo, Emily precisa lutar contra o tempo para descobrir o que conecta as vítimas antes que o criminoso ataque novamente. Ao mesmo tempo, a sentença de morte com data marcada desperta as memórias mais sombrias de Wolf, e o detetive teme que os assassinatos tenham mais a ver com ele – e com seu passado – do que qualquer um possa imaginar.

Com protagonistas imperfeitos, carismáticos e únicos, aliados a um ritmo veloz e uma deliciosa pitada de humor negro, Boneco de pano é o que há de mais promissor na literatura policial contemporânea.

Eu chuto e dou voto de confiânça de que esse livro vai ser sucesso total!

O livro está disponível para venda na Amazon | Livrarias Curitiba | Livraria Cultura | Livraria da Travessa | FNAC | Saraiva | Submarino.

♠ ♠ ♠

Galera, estes foram os lançamentos e livros em pré-venda para este mês de abril, espero que tenham gostado com o turbilhão de livros  e que façam sua melhor escolha de leituras para este mês. Aproveitem! Alguns livros estão com preço bem acessível, depois me falem o que acharam de suas leituras que eu vou amar saber ❤

Boa leitura a todos!!

Resenha: Beijada por um Anjo Vol.2 – Elizabeth Chandler

Ok Ok, podem me martirizar, crucificar, eu aceito! Realmente sumi das resenhas e não tenho trazido tantas novidades como gostaria. Mas felizmente encontrei tempo para continuar lendo esta série arrebatadora de livros que me prende a leitura de uma forma que beira ao paranormal.

Enfim, eu realmente não tive tempo de terminar outras leituras, como as de Janeiro e Fevereiro postadas aqui no blog, por conta de alguns problemas. E quem é leitor sabe que queremos ler tudo ao mesmo tempo e nunca dá certo. Mas calma que ainda teremos resenhas sobre Grim Reaper e O Jardim dos Esquecidos mais pra frente. Então, no momento, vamos nos contentar com o que temos e borá!

vol 02 - 02

Bom, como se trata da resenha de um segundo volume, pra quem ainda não leu o primeiro, recomendo a ler a resenha que eu fiz no começo do ano e parar por aqui por que toda resenha minha contém spoilers depois do aviso. E se você, meu anjinho leitor não tiver lido o primeiro volume, vai ver spoiler em tudo, por que a resenha nada mais é do que discorrer sobre um ponto de vista de uma história e para contar meu ponto de vista preciso falar sobre a história. Então sejam compreensivos e fiquem a vontade —- > Clique aqui para ler a resenha do primeiro volume com muito carinho.

E agora que já escancarei esse lindo aviso pra vocês, vamos começar a resenha?

vol 02 - 01

Neste segundo volume se Beijada por um anjoA Força do Amor” temos um Tristan esperançoso, embora morto, e sabemos que um echo ficou no final do primeiro volume, descobrimos que o acidente de carro de Tristan, não foi bem um acidente. Por aí já temos um indício de que a história que prossegue pode ser mais assustadora do que imaginamos no começo. E eu realmente tive esse toque de medo enquanto lia. Custou para entender que não era o Tristan o alvo dos acontecimentos e sim a Ivy. Então, nesse segundo volume, vamos percebendo cada vez mais que a Ivy é a garota que corre perigo e precisa ser protegida por que há algo ou alguém atrás dela para feri-la ou até pior.

E por isso nós temos o Tristan e Lacey, uma atriz famosa que morreu dois anos antes, que desde a morte do nosso anjo favorito está o ajudando a perseguir Ivy, tentando descobrir quem quer machucá-la, quem armou para que o carro dele não tivesse freio no dia da sua morte, quem está por trás de todo esse rolê do mal e qual a razão. E claro, Lacey sempre o ajudando a aumentar seu poder para que se comunique com pessoas de canal aberto para orientar Ivy a não pisar nas bombas do campo minado, que geralmente são sua amiga Beth, seu irmão Philip e um Will que não sabemos ainda o que ele é da Ivy, apenas que ela não quer uma aproximação com ele.

Porém, embora hajam esses avisos para Ivy, ela vive surtada, por que ela não consegue esquecer Tristan, não consegue mais acreditar nos anjos que ela passou a vida toda acreditando e isso cria um bloqueio para que Tristan não consiga chegar até ela ou que seus avisos soem piadas ou brincadeiras de mau gosto, o que coloca os amigos de Ivy e seu irmão numa saia justa.

Enfim, dentro desse contexto, o que posso dizer é que, cada página que li me prendeu de uma forma surpreendente, o livro é simples, a escrita é simples e descomplicada e por isso flui naturalmente, ou seja, não há nada demais, mas o mistério que corre devagar, o envolvimento dos personagens e os sonhos que Ivy vem tendo desde a morte de Tristan que combinam sempre com o “suicídio” da mãe de Gregory, cada pista que ela vem tendo nesses sonhos vem trazendo cada vez mais um aprofundamento, questões que precisam ser resolvidas e que me deixaram afobada pra saber logo o que acontece. É por isso que esse livro não fica para trás, não perde a graça. Ouso até mesmo dizer que ele traz um pouco de Hush Hush para dentro do contexto, só que um pouco mais melancólico e devagar.

Até agora, falei apenas dos principais personagens, mas não mencionei Gregory, irmão adotivo de Ivy, que pra quem não se lembra, veio do casamento do seu pai com a mãe de Ivy, e acredito não ter dado muitos detalhes na outra resenha; e Suzanne, sua melhor amiga. Nem mesmo Eric, melhor amigo de Gregory, que apesar de tudo, faz tanta parte desse enredo como qualquer outro personagem.

Acontece que, Gregory é uma pessoal completamente diferente nesse segundo volume, o que o torna um suspeito muito provável, por que a gente sabe né galere, uma pessoa só fica boazinha quando quer alguma coisa. E eu desde o começo não vou com a cara desse metido. O que me leva a detestar a Suzanne cada vez mais, por que essa amiga da Ivy simplesmente começou a virar uma vadia encrenca logo após começar a sair com o Gregory. E Eric, bem, esse é um personagem peso morto, viciado em drogas e sempre com jogos perigosos, desafiando Ivy e se metendo onde não deve. O problema é que, por ele ser justamente assim que ele se torna um forte alvo para Tristan investigar e ligar as coisas.

ATENÇÃO: ALERTA DE SPOILERS

Bom, como já falei um pouquinho do que acontece na história, sem literalmente falar o que acontece na história, agora esta é a parte em que eu falo os pontos positivos e negativos da história, contando um pouco de spoilers para quem já leu para que a gente converse sobre isso, enfim.

01

A Lacey é um dos principais pontos positivos, ela sempre tem um comentário para ser feito que tire o leitor um pouco dessa orbita de mistério e melancolia, digamos que ela é o personagem que da graça para o livro mas que nós ainda não sabemos qual é o propósito dela ali e sabemos muito pouco sobre ela. Tudo o que sabemos é que ela é uma estrela de Hollywood que morreu num acidente aéreo. Tirando a grande ajuda que ela dá a Tristan. Enfim, acho a Lacey incrível e uma personagem que está se desenvolvendo cada vez mais.

O segundo ponto positivo, embora ache a maioria negativa no contexto de: Tristan é um anjo e nada pode ser feito é: essas pequenas dicas que a autora vai criando, vai dando para alimentar a nossa imaginação a cerca de Tristan, ele é quem faz a ligação dos pontos, ele é quem entra na mente, no sonho, no corpo das pessoas e fazem com que elas façam coisas ou digam / escrevam coisas que não querem e fazem-nas se sentir invadidas ou estranhas depois, e tudo isso para um bem maior que no final cada personagem vai entendendo melhor o que está acontecendo e acreditando com mais facilidade. Então Tristan é um personagem grandioso, ele sabe que Ivy corre perigo por que ela viu alguma coisa referente ao “suicídio” da mãe de Gregory, e por isso querem dar cabo a ela. Inclusive, é o nosso grande anjo da guarda quem a salva desse irmão adotivo que quer feri-la e só nos damos conta das intenções de Gregory justamente no final, quando ele a deixa drogada e a leva para uma estação de trem para dar cabo a ela. Então Tristan usa Philip para ir atrás de Ivy e salvá-la. Isso abre um grande espaço sobre o que realmente aconteceu no final.

Outro ponto positivo da história em relação a Tristan é a presença que ele tem sobre os amigos de Ivy, os avisos que ele manda para Ivy usando seus amigos, ela nunca acredita e acaba sendo vítima todas as vezes, tudo por que na mente dela, se os anjos realmente existissem, Tristan não teria morrido.

02

Para os pontos negativos, eu deixo com certeza a Suzanne em primeiro lugar, por que olha, nesse segundo volume, ela ganhou de chata e insuportável, até mesmo de Eric, mas a diferença é que Eric a gente já sabe que é chato desde o início e por isso suporta um pouco. Mas essa menina, ela não me desceu um mísero segundo. Tudo por causa da obsessão insana dela por Gregory e um ciúme anormal dele com Ivy. Não há um momento durante toda a história que ela não da uma de chata pra cima de Ivy por que Gregory fica olhando pra ela, correndo atrás, passando tempo. Então, ela simplesmente se tornou a insuportável da história e acho que ela merece muito bem esse título.

O segundo ponto negativo é que, apesar do ciúme da Suzanne ser algo besta, ele não é de fato algo besta, por que a partir do comecinho do final do livro Gregory começa a investir em Ivy, eles se beijam, rola um clima, enfim. E eu acho isso nojento, ainda mais depois de quatro semanas Tristan ter morrido. Talvez na cabeça do leitor haja uma condenação por conta da personagem, eu mesma achei isso sem critério. Mas a jogada principal está aí: por que não se aproveitar de uma garota fragilizada pela morte do namorado para criar aproximação e confiança para que ela não desconfie de algo que está acontecendo? Esse é o intuito de Gregory. Então vemos a história criar formas e contornos cada vez mais, ele é culpado de algo, Ivy vai começar a se lembrar do que, a desconfiar e ele precisa incessantemente que ela confie nele para que ele dê cabo nela. E por favor, nem venham defender o cara, no final do livro ele drogou a menina e tentou matá-la numa estação de trem. Quem acha que foi Gregory que matou a própria mãe levanta a mãozinha aí 🙌🙌🙌

Eu tenho certeza que foi ele, e além de tudo com a ajuda de Eric e a cobertura do próprio pai Andrew. Aquela desculpinha de “vim buscar uns documentos da faculdade para levar no passeio” não colou muito comigo não. E se você não percebeu esse buraco negro sobre esse personagem que menos aparece, então lê de novo e tenta enxergar que mais cedo ou mais tarde vai ter uma reviravolta e ele vai aparecer também.

Outra coisa que me deixou muito louca é essa descrença da Ivy nos anjos, a raiva que ela criou sobre eles e a mágoa. No final do primeiro volume ela tentou quebrar todas as suas estátuas de anjos e acabou dando para Philip se ele nunca mais falasse de anjos. Ok que aos poucos vemos uma evolução na volta da crença dela. No primeiro volume eu achava que isso era uma coisa sem nexo, e logo após é que ligamos que é a morte de Tristan que dá nome ao livro, que traz a crença nos anjos e que não é só uma coisa banal que a autoria criou. Então a Ivy me irritou um pouquinho sim, por que na falta de acreditar ela não podia enxergar Tristan, nem ouvi-lo, e ele muito menos podia entrar na mente dela, nos sonhos dela para orientá-la diretamente sobre os perigos que ela corre. E quando ele fazia pelos amigos e o irmão de Ivy, isso a irritava, fazia com que ela se afastasse e eu tinha vontade de pular dentro do livro e dar um sacudão nela e falar: pelo amor de deus, acorda, menina!!

Então, é isso pessoal, espero que tenham gostado dessa resenha, eu sei que esse livro, essa série já está pra trás há um tempo, já é uma série “idosa” entre as leituras atuais, mas acho que os blogs de literatura não precisam só se ater a livros contemporâneos, a livros que estão saindo das editoras amanhã para consumo. Nós temos que levar todo tipo de leitura ao público e acho que não importa qual, mas desde que possamos transmitir, é válido.

Um grande beijo a todos, desejo uma boa leitura e logo, espero, temos mais resenhas por aqui ❤

Lançamentos mês de #março

Para o mês de março, começamos com alguns títulos muito esperados dentre os leitores brasileiros que chegam logo nas livrarias. Um deles é Cadu e Mari da autora A. C. Meyer, em pré venda pelo Grupo Editorial Record. O livro nos traz um cenário nacional, convidativo e mais confortável, prometendo um romance bem humorado.

cadu e mari

Sinopse: “Mariana trabalha em uma badalada revista de moda. Tem um bom salário, é muito competente… E tem uma queda pelo chefe, daquelas bem poderosas. Eles vivem em mundos completamente diferentes, e Mariana sabe que nunca acontecerá nada entre os dois. Até que Carlos Eduardo repara que sua secretária é muito, muito bonita. O amor entre os dois é arrebatador, e Cadu e Mari sentem que nasceram um para o outro. Mas as coisas logo começam a desandar. Talvez Cadu ainda não esteja preparado para confiar em uma pessoa que teve uma vida tão diferente da sua; talvez Mari ainda não se sinta segura em dividir sua realidade com o chefe. Para viver esse amor, os dois precisarão enfrentar preconceitos e vencer intrigas. Será que estão prontos?”

Pré-Venda: Saraiva | Amazon | Livraria Cultura | Livraria Travessa | Livraria Folha | Cia dos Livros.

17103588_737576429734218_5165664011868937202_n

E para os fanáticos da editora Darkside e das Crônicas de Amor e Ódio, já podem parar de esperar sentados!! O terceiro e ultimo livro da série (The Beauty of Darkness) chega nas livrarias 29 de março (para a nossa alegria ou tristeza) 😀

Sinopse: “A trilogia Crônicas de Amor e Ódio chega ao fim de maneira arrasadora. A história de Lia inspirou muitos leitores a embarcarem em uma jornada extraordinária repleta de ação, romance, mistérios e autoconhecimento, em um universo deslumbrante criado pela premiada escritora Mary E. Pearson, onde o poder feminino é a força motriz capaz de mudar e fazer toda a diferença no novo mundo em construção. Lia sobreviveu a Venda, mas não foi a única. Um grande mal pretende destruir o reino de Morrighan, e somente ela pode impedi-lo. Com a guerra no horizonte, Lia não tem escolha a não ser assumir seu papel de Primeira Filha, como uma verdadeira guerreira — e líder. Enquanto luta para chegar a Morrighan a tempo de salvar seu povo, ela precisa cuidar do seu coração e seus sentimentos conflituosos em relação a Rafe e as suspeitas contra Kaden, que a tem perseguido. Nesta conclusão de tirar o fôlego, os traidores devem ser aniquilados, sacrifícios precisam ser feitos e conflitos que pareciam insolúveis terão que ser superados enquanto o futuro de todos os reinos está por um fio e nas mãos dessa determinada e inigualável mulher.”

Mas, para aqueles que ainda assim não aguentam esperar, o terceiro volume da série encontra-se na pré-venda na Amazon.

echo2

Já a editora Seguinte nos trás uma novidade imperdível. Para os fãs da trilogia Echo, a editora nos trás A Ameaça Sombria, segundo volume da série, de Melissa Grey, com previsão de lançamento para o dia 28 de março.

Sinopse: “O mundo de Echo mudou por completo quando a garota menos esperava. Até pouco tempo, ela era apenas uma espectadora da guerra milenar entre os Avicen e os Drakharin, dois povos mágicos que habitam a Terra em segredo. Agora, depois de encontrar e libertar o pássaro de fogo — uma figura mítica importante para os dois grupos — e de descobrir o poder que carrega dentro de si, Echo precisa entender qual papel deve desempenhar para colocar um fim definitivo nesse conflito. Para complicar, a libertação do pássaro de fogo deu nova vida a um ser antagônico a ele, o kuçedra. Feito de trevas e sombras, o kuçedra espalha medo e morte por onde quer que passe — principalmente se controlado pelas pessoas erradas. Enquanto tenta encontrar uma solução para esse novo obstáculo, Echo vai perceber que a linha que separa a luz das trevas é bem mais tênue do que esperava…”

O livro encontra-se na pré-venda na Saraiva | Amazon | Submarino.

noite dentro da noite

E falando um pouco mais sobre livros nacionais, a Companhia das Letras nos traz uma novidade interessante de Joca Reiners Terron. Noite dentro da noite é uma leitura que promete ser um pouco mais profunda, misteriosa e emocionante que você não pode perder.

Sinopse: “Durante uma brincadeira no colégio, um garoto bate a cabeça e entra em coma. Ele desperta sem saber ao certo quem é, e, conforme suas memórias vão se dissolvendo, tem início o que vem a ser conhecido na família como O Ano do Grande Branco. Nos meses seguintes, o garoto vive a sensação intensa de que aquelas pessoas que cuidam dele e que o alimentam não são seus pais. Todavia, os barbitúricos receitados pelo médico confundem seu raciocínio e o garoto vai aos poucos perdendo as certezas que alguém de onze anos pode ter. É a partir daí que Joca Reiners Terron vai contar essa labiríntica história. Com uma galeria que inclui espiões, guerrilheiros, caçadores e pelo menos um monstro da natureza, Noite dentro da noite percorre a história recente do Brasil, inserindo nossa realidade no mesmo caleidoscópio que faz mover este romance incomum e extraordinário.”

O lançamento tem previsão para o dia 30 de março, e está na pré-venda na Amazon | Cia dos Livros | Livraria Cultura | Livraria Folha | Livraria Travessa | Livraria Curitiba | Saraiva.

incontrolavel

Para quem gosta de uma leitura mais hot com astros do rock, a editora Pandorga, para este mês, nos trás uma novidade nacional da autora Lani Queiroz. Incontrolável ganha sua vez e seu espaço entre os leitores brasileiros. Confira a Sinopse abaixo!

Sinopse: “Liam Stone, o lindo e sexy vocalista da banda de rock DragonFly chegou ao topo. Há dois anos suas músicas ocupam os primeiros lugares nas paradas de sucesso em vários continentes. Acumula prêmios e mulheres em sua cama. É o mais novo queridinho da América. Depois de anos longe de casa, ele está de volta ao Brasil para o que é considerado o maior festival de música da América Latina, o Rock in Rio. Mas o que era para ser a coroação de seu sucesso é também o reencontro com seus demônios. Intrigas familiares e o desejo proibido pela mulher do seu irmão farão da sua passagem pelo Rio uma verdadeira confusão. Faz exatamente seis anos desde que Melissa Portela esteve cara a cara com Liam, seu sexy e tentador cunhado. Seu casamento nunca fora um mar de rosas, mas isso não justifica o desejo louco que alimentou pelo irmão mais novo de seu marido. Era errado e imoral de muitas maneiras. Quando os dois se reencontram tendo que conviver diariamente numa situação profissional, as faíscas ainda voam e a tensão sexual é palpável. Liam encontra uma mulher forte e linda que se reinventou após a morte do marido. Mas que ainda faz seu corpo tremer e enlouquecer de desejo reprimido… Mel encontra um homem no lugar do garoto… Um homem indecentemente lindo, viril, tatuado. Mil vezes mais perigoso e tentador. Um deus do rock. O desejo ressurge e, desta vez, será difícil resistir a cada fantasia proibida. Os dois se jogam num caso intenso, cheio de erotismo e prazer sem precedentes… Desta vez, será incontrolável.”

Pré-venda: Saraiva | Amazon.

prometo perder

Prometo Perder de Pedro Chagas Freitas pela editora Verus, vem com um toque especial de melancolia e romance que vem impactando os leitores com seu título e descrição fortíssimas. É um livro que promete ser profundo, que emociona, que toca o leitor de maneira a causar impressões. Prometo Perder é uma série de promessas humanas que nos faz perceber que não somos feitos de titânio.

Sinopse: “A mais recente incursão do escritor português, que é sucesso na internet, por um universo poético e cheio de sensações, do qual leitor algum sairá o mesmo. Em uma viagem intimista e desconcertante, Pedro Chagas Freitas caminha, em Prometo perder, até o interior da emoção: da saudade ao desejo, da rebeldia à submissão, da dor ao amor, nada ficará por tocar. Permita-se sentir. “Prometo perder. Prometo por vezes fraquejar, por vezes cair, por vezes ser incapaz de ganhar. Nem sempre conseguirei superar, nem sempre conseguirei ultrapassar. Nem sempre poderei ser capaz de ir tão longe como você me pede, de te dar exatamente o que você merecia que eu te desse. O que desesperadamente te quero dar. Nem sempre conseguirei sorrir, também. “Prometo perder”. Prometo ainda me manter vivo depois de cada derrota, resistir ao peso insustentável de cada impossibilidade. Há de haver momentos em que sem querer te magoarei, momentos em que sem querer tocarei no lado errado da ferida. Mas o que nunca vai acontecer é desistir só porque perdi, parar só porque é mais fácil, ceder só porque dói construir. “Prometo perder”. Porque só quem ama corre o risco de perder; os outros correm apenas o risco de continuar perdidos. “Prometo perder”. Porque só quem nunca amou nunca perdeu.””

Pré-Venda: Saraiva | Livraria Cultura | Submarino | Amazon | Cia dos Livros.

♠ ♠ ♠

Esses são os lançamentos em pré-venda do mês de março, muitos títulos para serem escolhidos e muito pouco money para todos eles </3

Mas, vocês são ricos rsrsrs e com certeza irão ler todos por mim né?!

Espero que aproveitem bem estas novidades, escolham bem, todos os títulos tem histórias incríveis e chamativas e nós do #Estação estamos aqui para ajudar sempre ❤

Boa leitura a todos e um grande beijo no coração de cada um de vocês, que nunca falte o que ler na nossa grande estante 😘

Lançamentos mês de #fevereiro

Para o mês de fevereiro, as editoras Verus e Seguinte preparou lançamento de livros que não podem faltar na sua estante e prometem ser novidade em solo Brasileiro.

Entre eles o tão aguardado Algo Belo da linda da Jamie McGuire que continua a série de Belo Desastre, e tem como protagonista principal o primo dos irmãos Maddox, Shepley Maddox.

919ji7k6ohl

Sinopse: America Mason é audaciosa, decidida e apaixonada — mais especificamente por um Maddox: Shepley, primo de Travis e de seus quatro irmãos. Diferentemente dos primos, Shepley é mais um amante que um lutador, mas uma viagem para a casa dos pais de America em Wichita, no Kansas, pode significar o próximo passo no relacionamento dos dois — ou o fim de tudo.
Neste romance ágil e surpreendente, os leitores vão saber mais sobre a história de Shepley e America, o casal que já apareceu em outros livros da série Belo Desastre e deixou os fãs apaixonados. E, é claro, vão reencontrar os personagens mais amados da série: Travis e Abby!

O livro está na pré-venda na Amazon, Saraiva, Livraria da Travessa, Livraria Cultura, Cia dos Livros e Livraria Folha.

download

Anna e o Planeta promete ser uma história que nos vai ensinar muitas coisas e falar de assuntos que nem imaginamos, ainda mais se tratando de Jostein Gaarder, autor de O Mundo de Sofia que tem uma filosofia incrível. Eu acredito que, este é um livro imperdível e que deve ser lido e devorado inteiro.

Sinopse: Pouco antes de completar dezesseis anos, Anna começa a receber mensagens em seus sonhos. Preocupados, os pais resolvem levá-la a um psiquiatra, mas o médico não acha que existe algo errado com ela. Na verdade, o excêntrico dr. Benjamin acredita que parte do que ela vê nos sonhos é real, como o agravo do aquecimento global e a consequente extinção de vários animais. Ele está certo, pois Anna está observando o mundo através dos olhos de Nova, sua bisneta que vive em 2082 e está prestes a fazer dezesseis anos. O mundo está desolado e Nova se sente cada dia mais revoltada com as gerações anteriores. Quanto mais Anna enxerga o futuro em seus sonhos, mais ela percebe que deve agir no presente. Mas será que ela vai conseguir agir rápido o suficiente para evitar que suas visões se tornem reais?

Anna e o Planeta está na pré-venda na Amazon, Saraiva e Livraria Cultura.

download

A Traidora do Trono é uma novidade muito esperada para os fãs de A Rebelde do Deserto, a continuação promete mistério e verdades reveladas. Além de ter uma capa super chamativa e linda.

Sinopse: Amani Al’Hiza mal pôde acreditar quando finalmente conseguiu fugir de sua cidade natal, montada num cavalo mágico junto com Jin, um forasteiro misterioso. Depois de pouco tempo, porém, sua maior preocupação deixou de ser a própria liberdade: a garota descobriu ter muito mais poder do que imaginava e acabou se juntando à rebelião, que quer livrar o país inteiro do domínio do sultão. Em meio às perigosas batalhas ao lado dos rebeldes, Amani é traída quando menos espera e se vê prisioneira no palácio. Enquanto pensa em um jeito de escapar, ela começa a espionar o sultão. Mas quanto mais tempo passa ali, mais Amani questiona se o governante de fato é o vilão que todos acreditam.

Você pode encontrar A Traidora do Deserto em pré-venda na Amazon, Saraiva e Submarino.

E aí? Se interessou por algum? Então não deixe de acrescentar mais um livro na sua estante, conhecimento nunca é demais!! ❤

Boa leitura a todos!!

Resenha: Anjos Caídos – Asa Schwarz

Eu deveria saber bem o que falar desse livro, mas não!

E estou sendo sincera, acreditem.

Tudo o que posso, e só o que tenho a dizer, é que Asa Schwartz criou um mundo completamente diferente das sagas de fallen angels que vemos por aí. Ela é uma excelente autora, original, que criou personagens fortes, que quebram tabus e com fundamentos reais: de salvar nosso planeta da miséria do homem.

01

Ok, certo, eu sei que há muito tempo (basicamente uns 6 anos atrás) esse livro veio ao Brasil e não sei precisar se fez muito sucesso na época. A questão é que, sempre tive em mente este livro, mas dadas as circunstâncias da época, eu não o comprei e por muitos anos ele foi uma ideia esquecida no fundo da gaveta. Então, eu dei sorte, achei num sebo e o trouxe pra casa. Quem se lembra da matéria que fiz, sabe que eu trouxe junto deste livro o Beijada por um anjo, outro livro que estava super a fim de ler há mais tempo do que posso me lembrar.

Enfim, o que posso  dizer basicamente é que Anjos Caídos me trouxe uma série de nomes indecoráveis da Suécia, tendo como base Estocolmo, onde a história se passa. Asa usa muitas referências da cidade, inclusive de séculos passados e históricos. O que atiça até mesmo uma certa curiosidade de viajar além da leitura para conhecer esses pontos citados. Ou seja, espertinha ela. E foi exatamente essa pesquisa, esse conhecimento sobre a cidade, que inicialmente me chamou muito a atenção e me fez gostar logo de cara do livro.

Anjos Caídos começa já de cara com cenas impactantes, colocando nossos personagens na saia justa para descobrirem o que realmente está acontecendo e por quê.

Basicamente, a história começa com Nova, ela é uma garota de dreadloocks, ativista do Green Peace, vegana que há pouco perdeu sua mãe num acidente de carro. Não que ela se importe. Mas para Nova há muito pelo que lutar pela grande mãe natureza e os gazes liberados na camada de ozônio que ameaçam a vida do planeta. Nessas idas e vindas, ela invade o apartamento de um empresário de uma das empresas mais poluentes da Suécia para detonar com o apartamento em manifestação. Claro que, o Green Peace financia todos os atos rebeldes de seus ativistas e paga pelo que é, digamos que, destruído. Porém, quando Nova deixa seu belo trabalho estampado nas paredes do apartamento descobre um casal e um cachorro mortos, colocados nus e estripados um ao lado do outro. Nojento, devo dizer, mas Nova, a partir desse momento se torna a principal suspeita por ter deixado seus vestígios e mais nomes importantes que estavam em sua lista começam a morrer da mesma forma cruel e horrorosa que o casal.

“Uma grotesca instalação pornográfica se amontoava na cama, o que levou o pensamento de Nova às profecias do Juízo Final. A dona, o dono e o pastor alemão, num último abraço na morte. Na cabeceira da cama, números e letras escritos com fezes: Gênesis 6:4. Eram claramente visíveis contra a parede de trás, dourada e prateada. O brilho da lâmpada vermelha ao lado da cama reforçava a cor do tapete de sangue que rodeava o móvel. As franjas da colcha e o espelho do teto faziam lembrar um bordel.
Um bordel no Inferno.
Deu tempo de Nova ver, através do espelho, que os intestinos do cão estavam em volta do pescoço da mulher, como uma coleira.”

Uau, que pesado!!

03

A história do livro é incrível, não vou dizer que não se trata realmente de anjos caídos, na verdade, isso é bem evidente durante toda a trama, pois os versículos de Gênesis sempre estão presentes, o que leva Nova e a polícia a buscas sobre a relação dos assassinatos com o livro da Bíblia. Mas é a partir da metade do livro que as coisas começam a fazer mesmo sentido e muita coisa vai se desenrolando.
Nova é uma personagem forte e a cada página isso é ainda mais evidente, ela foge do esteriótipo de donzela indefesa, ela quebra os padrões de beleza socialmente aceitos e tudo sob uma questão de ótica diferenciada que, mesmo com amigos apaixonados por ela, ela não precisa de nada além da amizade deles que parece ser bem profissional. E isso é o que mais gosto na personagem, ela não hesita em nenhum ponto e até mergulhamos em uma parte pessoal que nos faz conhecer melhor Nova.
A história combina um pouco de mistério com um universo não factual e romance policial. As páginas amareladas e as letras um pouco maiores tornam a leitura mais rápida e mais confortável, a emoção é evidente, embora esperasse uma conclusão melhor no final, uma explicação melhor sobre o que acontece com os personagens secundários e a tão citada FON (friends of nephilim) que é uma organização determinada a proteger o meio ambiente eliminando os principais empresários defensores da poluição. Eu achei um pouquinho só, mal acabado, pensei numa atropelação de informações que poderiam ter sido melhor trabalhado, mas que, mesmo assim, gostei e recomendo para os fãs de sagas que falem sobre anjos. Sendo um pouco mais específica, eu com certeza leria outros livros da autora.

Esse livro não me atingiu da forma que eu esperava, mas me atingiu de formas que eu não imaginava, é uma leitura um pouco mais pragmática que as convencionais no tema, o que pode fazer com que a leitura seja classificada como chata, menos divertida ou até mesmo demorada. Cada capítulo é uma narrativa de um personagem, é uma visão diferente e essa brincadeira caiu bem à trama, tira-nos um pouco da zona de conforto e cada informação vem na hora certa sendo trabalhada de formas claras. A autora soube usar todos os artifícios que ela possuía em mãos para concluir esse livro, embora eu ache que faltou a maldita cereja no topo do bolo. De qualquer forma, não é uma leitura ruim, o volume é único e eu espero que, embora, seja um livro idoso no Brasil, vocês leiam e me falem o que acharam, o importante é ler, sendo bom ou ruim, todo livro nos ensina algo ❤

Boa leitura!!

Leituras do mês de Janeiro e Fevereiro!!

Começando o ano com duas super leituras de capas cheias de impacto e chamativas. Pra quem não se lembra, esses foram livros que comprei na linda e maravilhosa #bienaldolivro2016.

“Ah, mas você é tão lerda, ainda está lendo a pilha gigante e obscena que você comprou lá” – Pois é né kkkkkkk isso eu realmente admito, mas não posso fazer nada, afinal, eu compro mais livros do que realmente consigo ler, e acho que, não sou a única dentre os leitores viciados e apaixonados que sofre esse descaso.

leituras-atuais

Pra começar bem, eu escolhi uma leitura nacional e uma estrangeira, pra não ter desigualdade. A grande maioria dos leitores sentem um pouco de receio ou são totalmente contra leituras nacionais de novos escritores ou escritores jovens como é o caso da Miss Nick e a Bettina Winkler, a dupla escritora de Grim Reaper. Na Bienal, ainda tive a oportunidade de conhecer a ambas e ter um cartaz e o livro autografados.
Até onde li, a história tem se mostrado exótica e interessante, embora um tanto cliché que poderia ser melhor aproveitado ou trabalhado.
But, leituras nacionais não são ruins e muito menos perda de tempo e dinheiro, basta tentar olhar com outros olhos e ter vontade. Eu ainda estou em fase de quebra desse esteriótipo de que tudo que é nacional é sinônimo de ser ruim e eu recomendo o mesmo a vocês.

De quebra ainda embarquei na leitura de V.C. Andrews, e eu não vou mentir que o que me chamou mais a atenção foi a capa misteriosa e chamativa. Porém, ao decorrer da leitura, fui sentindo que todas as minhas expectativas da sinopse eram muito erradas, esse livro me surpreende a cada página e fiquei ainda mais surpresa por saber que há um filme que conta a história de O Jardim dos Esquecidos. A história não é assustadora, mas as circunstâncias pela qual ela passa são, e a realidade do livro é algo tão absurdo que mexe com a cabeça e o coração de quem está lendo.

De qualquer forma, não darei muitos detalhes, apenas que ambas as leituras estão sendo mais lentas e a seu grosso modo interessantes. Vamos esperar por resenhas em breve, sim ou claro? 😀